UOL Esporte Futebol
 
01/11/2009 - 19h28

Mano critica arbitragem e falha da defesa nos gols do Palmeiras

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Mano Menezes deixou o estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, bastante insatisfeito. O empate por 2 a 2 cedido ao Palmeiras no final da partida irritou o treinador, mas outro fator foi condenado pelo corintiano: a atuação do árbitro Heber Roberto Lopes.

Para ele, o juiz da Fifa errou ao não expulsar Danilo no primeiro tempo e também em não marcar pênalti sobre Dentinho na etapa final. Lances que, segundo Mano, foram decisivos para o resultado do clássico realizado neste domingo.

"Após a expulsão do Marcos aconteceu um lance violentíssimo do Danilo sobre o Jorge Henrique que não era para cartão amarelo, é só olhar a altura em que a perna dele foi atingida. Era uma falta para expulsar o Danilo, jogador que depois fez o gol de empate. E a meu ver foi pênalti no Dentinho. O Corinthians iria fazer 3 a 1 e definiria o jogo", protestou Mano.

"Pelo árbitro que é, o Heber foi mal, errou muito e de forma decisiva, que é o pior erro que um árbitro pode cometer", complementou o comandante corintiano.

Mas as críticas de Mano não se dirigiram só para o juiz da partida. O posicionamento defensivo do time alvinegro nas bolas paradas também o incomodou, principalmente no segundo gol do Palmeiras, marcado por Maurício aos 39min do segundo tempo.

"No primeiro gol a bola ainda foi colocada em um lugar da área que incomoda, mas no segundo não. A nossa defesa falhou e deixou um jogador escapar da marcação. Quando a equipe toma dois gols assim é lógico que fico insatisfeito, não é algo comum", encerrou o treinador.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host