UOL Esporte Futebol
 
02/11/2009 - 23h03

Diego Souza chama Jorge Henrique de 'cai-cai' e revela ponto fraco corintiano

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Mano Menezes deixou o clássico do último domingo, após o empate por 2 a 2 entre Corinthians e Palmeiras, reclamando de duas coisas: a não expulsão de Danilo e as falhas de sua equipe na bola aérea. Na noite desta segunda-feira, Diego Souza abordou os dois assuntos revelando como o time alviverde causou tais erros e justificando a decisão do árbitro na dura falta do zagueiro palmeirense.

  • Ricardo Nogueira/Folha Imagem

    Para Diego Souza, zagueiro Danilo não foi expulso porque Jorge Henrique tem fama de ser "cai-cai"

O camisa 7 admitiu a força exagerada de Danilo na jogada sobre Jorge Henrique ainda no primeiro tempo. Afirmou até que o defensor poderia ter recebido o cartão vermelho. No entanto, segundo ele, um fator certamente pesou na punição branda (cartão amarelo) aplicada pelo árbitro Heber Roberto Lopes.

"O Danilo até poderia ter sido expulso, era um lance de interpretação, mas o que contou muito foi o fato de a falta ter sido no Jorge Henrique. Ele é um jogador que cai muito e sempre causa erros de arbitragem", opinou o meia em entrevista ao Sportv.

Um dos jogadores mais importantes do Palmeiras e candidato a craque do Brasileiro, Diego Souza também revelou como Muricy Ramalho preparou o time para explorar as bolas aéreas no clássico. A principal estratégia foi fazer uma "barreira" em William, zagueiro corintiano de 1,89m de altura.

"O Corinthians tem um jogador fundamental na defesa, que é o William. Ele normalmente fica na sobra da bola parada e afasta muitas vezes de cabeça. Então aproveitamos isso, colocando alguém junto com o William para que ele não conseguisse tirar as bolas", comentou o armador.

A estratégia deu certo. O Corinthians ficou duas vezes na frente do placar com gols de Ronaldo, mas o Palmeiras contou com duas faltas cobradas por Figueroa para igualar a partida mesmo com um jogador a menos. Danilo e Maurício fizeram os gols alviverdes e decretaram o empate.

"Com o calor que estava em Presidente Prudente e ficando atrás no placar duas vezes, empatar com um jogador a menos foi um resultado muito bom", avaliou Diego Souza.

O camisa 7 também falou sobre a falta que Cleiton Xavier faz ao time. Ele sofreu uma lesão muscular e ficará até 30 dias afastado. "Estou me sentindo bem em campo, mas é claro que o Cleiton faz muito falta. Ter só um jogador para armar é muito difícil, sempre fica um marcador em cima de mim o tempo inteiro, isso dificulta."

Restando cinco rodadas para o término do Brasileiro, o Palmeiras segue na liderança, mas com os mesmos 58 pontos do São Paulo, segundo colocado. Atlético-MG, com 56, e Flamengo, com 54, completam o G-4.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host