UOL Esporte Futebol
 
02/11/2009 - 09h43

Flamengo planeja semana sem jogos para "recuperar" Petkovic

Cauê Rademaker
No Rio de Janeiro
Petkovic só teve sua escalação confirmada para o duelo do último sábado contra o Santos na véspera do jogo, quando treinou com bola e se viu livre das dores na coxa direita. No entanto, a sua situação ainda não é a ideal e o sérvio pretende ficar 100% até a partida do próximo domingo, contra o Atlético-MG, no Mineirão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ADRIANO MARCA, E BRUNO PEGA PÊNALTIS

  • Adriano cabeceia e faz o gol da vitória do Flamengo

  • Bruno defende 2 cobranças de pênaltis de Ganso

Durante o confronto com a equipe santista, em que o Rubro-Negro venceu por 1 a 0, gol de Adriano, o meia pediu para ser substituído no segundo tempo alegando cansaço e dores musculares.

"A coxa doeu e por isso eu pedi para sair. Mas espero ficar bem. Não posso perder uma semana de treinos, senão fico para trás em relação aos demais", disse Petkovic.

Na semana passada, o sérvio ficou em tratamento de segunda-feira até quinta, só participando da atividade recreativa de sexta, quando não sentiu dores na coxa direita e foi liberado para encarar o Santos.

"Essa semana eu não posso ficar tanto tempo em tratamento. Preciso treinar com os meus companheiros", reiterou o camisa 43 do Flamengo.

Quem demonstrou preocupação com o estado físico do sérvio, que ainda não perdeu como titular do Rubro-Negro em 2009, foi Andrade. Contudo, o treinador aposta na experiência do jogador para superar possíveis problemas físicos.

"A preocupação com o Pet existe, até porque é um jogador diferenciado. Mas ele é inteligente e vamos saber administrar isso. A vontade dele pode fazer ultrapassar algum incômodo", declarou Andrade.

Quando o time carioca completou dez jogos de invencibilidade no Brasileirão, Petkovic havia sido titular em todas as partidas. Bastou ficar suspenso e desfalcar a equipe contra o Barueri para o Flamengo perder. Retornou contra o Santos e o Rubro-Negro se reabilitou.

"Todo jogador é fundamental. Já perdemos o Kléberson e o Everton para o restante do campeonato e mesmo assim conseguimos continuar tendo bons resultados. Por isso a importância de se ter um bom elenco e peças de reposição. Se um não estiver bem, o outro dá conta do recado", encerrou Petkovic, negando que o Flamengo seja dependente de seu futebol.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host