UOL Esporte Futebol
 
13/11/2009 - 12h34

Corinthians lamenta, mas admite fazer jogo 'festivo' com Flamengo no interior

Alexandre Sinato
Em São Paulo
O Corinthians programou se despedir da torcida nesta temporada em grande estilo. Para enfrentar o Flamengo no dia 29 de novembro, pela penúltima rodada do Brasileiro, criou um uniforme especial e projetou casa cheia no Pacaembu em sua última partida como mandante em 2009. No entanto, a tabela pode forçar uma transferência do jogo para o interior. Mesmo insatisfeito, o clube admite tal mudança.

O problema é que no mesmo dia e horário (17h de Brasília), o Palmeiras receberá o Atlético-MG no Parque Antarctica, em região próxima ao Pacaembu. O encontro de quatro grandes torcidas, duas delas arquirrivais de São Paulo, preocupa as autoridades.

A Polícia Militar e a Federação Paulista de Futebol estão tratando do tema. Como não está na disputa pelo título, o Corinthians mostra pessimismo e já trabalha com a ideia de mandar a partida para o interior.

Mano Menezes lamenta. "Tenho ouvido que é uma questão de segurança e devemos nos preocupar com isso. Não seria bom sair do Pacaembu em uma hora como essa, mas vamos respeitar aquilo que for decidido. O ideal seria jogar no Pacaembu, pois o nosso torcedor compareceria e o do Flamengo também."

Treinador e elenco não esperavam mais mandar partidas fora da capital, como já aconteceu neste Brasileiro contra o Palmeiras. Em acordo entre as diretorias, os dois jogos foram realizados em Presidente Prudente. Houve reclamações sobre o forte calor e o gramado ruim do estádio Eduardo José Farah.

A partida diante do Flamengo é encarada como especial pelo Corinthians. Além das camisas especiais que serão usadas pelos jogadores (com os rostos dos torcedores), o duelo também marcará o primeiro reencontro de Ronaldo com seu clube de coração após a polêmica criada quando o atacante decidiu acertar com a equipe alvinegra.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host