UOL Esporte Futebol
 
02/12/2009 - 10h16

Para não vacilar, Cruzeiro prega concentração só no duelo com Santos

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte
Apesar de o Cruzeiro depender de derrotas dos concorrentes diretos para chegar a uma vaga para a Copa Libertadores, jogadores adotam discurso em comum: pensar apenas no confronto diante do Santos domingo na Vila Belmiro. A equipe celeste precisa vencer o time paulista para se manter vivo na briga pela competição continental.

Divulgação/VIPCOMM
Divulgação/VIPCOMM
Volante Henrique lembra que time celeste tem de vencer para se manter vivo na briga
ATACANTE PROMETE ATÉ CHURRASCO
JOGADORES CREEM EM JOGO DIFÍCIL
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO CRUZEIRO
Para o goleiro Fábio, o Cruzeiro terá dificuldades em seu confronto da última rodada do Brasileirão. "O difícil é conquistar três pontos, independente do adversário, independente do local que seja o jogo. Cada jogo tem uma situação diferente. Temos um compromisso contra o Santos e temos que fazer a nossa parte. Isso é importante para a gente sair com a vitória", afirmou.

O volante Henrique lembra que, se não vencer o Santos, o Cruzeiro estará fora da Libertadores no próximo ano. "Nosso pensamento é somente o Santos, vencer primeiramente. Temos que vencer o Santos e depois pensar nos outros resultados", salientou.

"Não podemos entrar com a cabeça nos jogos do Internacional e Santo André, Botafogo e Palmeiras. Não podemos entrar com a cabeça lá, senão vamos pecar contra o Santos. Temos que entrar 100% com a cabeça no Santos e depois ver o que vai acontecer", acrescentou o volante.

No entanto, Henrique não esquece que o Cruzeiro dependerá de outros resultados. "Nosso pensamento é classificar para a Libertadores. Temos que vencer. Não depende só da gente, as equipes que estão à nossa frente têm que tropeçar, então temos que fazer nosso papel para vencer e terminar o ano lá na frente", ressaltou.

Por vaga na Libertadores, o Cruzeiro precisa vencer o Santos e torcer pela derrota de um dos concorrentes diretos, especialmente Palmeiras ou São Paulo, uma vez que teria de tirar uma diferença de 14 gols a favor do Internacional. O São Paulo recebe o já rebaixado Sport no Morumbi, enquanto o Palmeiras vai ao Engenhão enfrentar o Botafogo.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host