UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
08/05/2010 - 15h15

Luxa: planejamento do Atlético-MG leva em conta fases antes e após Copa

Gustavo Andrade
Em Vespasiano (MG)

Por causa da Copa do Mundo, na África do Sul, o Brasileirão será paralisado após a sétima rodada. Enquanto o Atlético-MG estará apenas na disputa do Campeonato Brasileiro, alguns de seus rivais estarão na disputa da Copa do Brasil e da Copa Libertadores. No entanto, o técnico Vanderlei Luxemburgo avalia que os primeiros jogos não terão papel diferenciado na busca pela maior pontuação.

“O planejamento não é só isso. É até o final do ano. Você tem de fazer um planejamento para fazer um bom Campeonato Brasileiro e nisso está essa primeira etapa e depois temos que preparar o time para os demais 31 jogos. Os sete jogos estão no nosso planejamento para começar bem a competição, mas não preocupado com quem não está”, afirmou o treinador.

Até a paralisação do Campeonato Brasileiro, o Atlético terá quatro jogos no Mineirão e outros três fora de casa. Depois de estrear diante de sua torcida, a equipe alvinegra enfrentará o Grêmio Prudente, no sábado 15, em Presidente Prudente.

Na terceira rodada, o Atlético volta ao Mineirão para receber o Atlético-PR. No jogo seguinte, os comandados de Vanderlei Luxemburgo enfrentam o Vitória no Barradão. Já na quinta rodada será a vez de jogar em casa contra o Fluminense. A série de sete jogos antes da paralisação para a Copa do Mundo terá ainda partida contra o Grêmio no estádio Olímpico e confronto com o Ceará no Mineirão.

O atacante Diego Tardelli espera que o Atlético aproveite os sete primeiro jogos do Brasileirão para ganhar uma “gordura a ser queimada” na reta final. “O primeiro turno é bastante importante. No ano passado, tivemos essa vantagem. Precisamos dessa gordura, porque no final a gente sente, são vários jogos. A gente entendeu o ano passado e agora estamos mais calejados”, disse.

Já o meia Ricardinho avalia que a necessidade de um bom começo não está relacionada à paralisação para a Copa do Mundo. “Há a necessidade de a gente começar bem o Brasileiro, independente da parada da Copa e dos jogos que vamos ter até à parada. Há a necessidade de termos uma boa pontuação já no início, porque é um campeonato altamente competitivo. Correr atrás para buscar quem está à frente é sempre muito difícil”, observou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host