UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
15/05/2010 - 21h34

Técnico do Fla atribui empate do Vitória ao 'fator sorte'

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro

O Flamengo vinha administrando o jogo e tinha o triunfo nas mãos, mas o viu escapar aos 40 minutos do segundo tempo e ficou no empate em 1 a 1 com o Vitória, neste sábado, no Barradão, pela segunda rodada do Brasileiro. O ‘castigo’ chateou o técnico Rogério Lourenço que atribuiu o resultado a um fator subjetivo.

“A verdade é que estamos precisando de um pouco mais de sorte. Jogamos bem, criamos, poderíamos ter feito até dois a zero, mas não fizemos e levamos um gol de bola parada perto do fim do jogo. Méritos para o cobrador’, disse, complementando.

“Em relação ao jogo, não há muito o que falar. O gramado encharcado prejudicou o nosso time. Mas gostei, estamos no caminho certo, criando oportunidades. Enfim, faltou sorte, mas acho que uma hora isso vai mudar. E espero que seja quinta-feira”, emendou o treinador.

O dia citado por Rogério refere-se ao jogo com o Universidad do Chile, em Santiago, pela partida de volta das quartas de final da Libertadores. No primeiro jogo, no Maracanã, os chilenos venceram por 3 a 2 e têm agora uma vantagem considerável.

O FLAMENGO NO TWITTER

“Temos esse jogo muito importante pela frente e precisamos vencer. Observei algumas coisas hoje que me agradaram. Temos alguns dias para trabalhar e vamos lá buscar um bom resultado e tentar passar de fase”, avaliou Rogério Lourenço.

No jogo de volta na Libertadores, o Flamengo precisará vencer por dois gols de diferença, ou então pela diferença mínima, caso vença por um placar de 4 a 3 em diante. Se o 3 a 2 se repetir, a vaga será definida em cobranças de pênalti.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host