UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
16/05/2010 - 21h40

Para Fabrício, "puxão de orelha" de Adilson despertou o Cruzeiro

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Fabrício diz que após bronca time voltou ligado no segundo tempo

    Fabrício diz que após bronca time voltou ligado no segundo tempo

Um “puxão de orelha” do técnico Adilson Batista no intervalo do empate com o Avaí, por 2 a 2, neste domingo, no Mineirão, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, foi considerado por jogadores fundamental para a reação do Cruzeiro, que perdia por 2 a 0 e empatou na etapa final.

“Os jogadores que não estavam rendendo bem tomaram um puxão de orelha do Adilson no intervalo, voltaram mais ligados para o segundo tempo e a coisa andou”, afirmou o volante Fabrício.

O também volante Henrique avaliou que a bronca de Adilson fez com que a equipe desempenhasse bom futebol na etapa final. “O segundo tempo foi a cara do Cruzeiro, o que nós queríamos para o também para o primeiro tempo. Infelizmente, não foi possível. O Adilson colocou bem o que precisava deu uma bronca na gente e por isso a reação no segundo tempo”, comentou.

Autor dos dois gols cruzeirenses, Wellington Paulista também destacou a cobrança do treinador no intervalo. “O Adilson colocou para a gente no vestiário que nós nos colocamos nessa situação e nós teríamos de tirar o time dessa situação. Conseguimos, pena que não saímos com a vitória. Pelo menos não saímos com a derrota em casa”, disse.

Thiago Ribeiro disse, entretanto, que a equipe não pode depender de broncas para reagir. “Você não pode começar o jogo mais ou menos para, no intervalo, tomar uma dura, voltar e jogar. Temos de ter consciência que não podemos perder o jogo para nós mesmos. No primeiro tempo, perdemos para nós mesmos, a gente entregou a bola para o adversário de bandeja”, observou.

Para o atacante, a cobrança do treinador no intervalo levou à correção de falhas na marcação. “Com um a menos, a equipe estava perdida na marcação. No segundo tempo, o Adilson conversou com a gente para apertarmos a marcação à frente. Por isso a gente conseguiu o empate e poderíamos até ter conseguido a virada”, avaliou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host