UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Ueslei Marcelino/AGIF/AE

Atacante foi decisivo para a primeira vitória da equipe gaúcha no Brasileiro

16/05/2010 - 17h56

Walter marca dois e comanda virada do Inter contra o Goiás, no Serra Dourada

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre

WALTER MARCA DUAS VEZES NA VIRADA

O Internacional tomou um susto, chegou a levar dois a zero no primeiro tempo para o Goiás, mas contou com uma tarde inspirada do atacante Walter para virar fora de casa, 3 a 2, e conquistar os primeiros pontos no Campeonato Brasileiro. O centroavante marcou um de pênalti, fez um golaço ao chutar de longe e Giuliano, também na penalidade máxima, confirmou a vitória.

No começo do jogo o ritmo era baixo, as jogadas escassas e o espaço entre setores das equipes muito grande. Aos poucos, o Goiás encaixou seu meio-campo e teve domínio das ações. Ao Inter, restou buscar os contra-ataques com Taison e Walter.

Uma constante de todo o primeiro tempo foram os chutes dos donos da casa de muito longe. O goleiro Lauro se mantinha firme. O sistema defensivo de Jorge Fossati, todo reserva, era batido quando de tabelas e toques rápidos. O Inter abusou de fazer faltas perto de sua área e não tinha uma figura de criação definida no meio.

Zagueiros parados

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
18 min – W. Saci pega sobra da zaga do Inter e arrisca, Lauro defende o chute forte.
22 min – Giuliano faz boa jogada na direita e levanta para Edu que cabeceia fraco.
24 min – Everton Santos chuta da esquerda e pé da trave direita de Lauro salva o Inter.
29 min – Giuliano recebe e bate colocado, mas bola passa do lado da trave.
30 min – GOOOOL DO GOIÁS! Depois da falta da esquerda, zaga do Inter tira mal e Everton Santos bateu no ângulo esquerdo.
41 min – GOOOOL DO GOIÁS! Amaral aproveita falha de Ronaldo Alves e toda a zaga do Inter e marca segundo.
45 min – Walter recebe na frente da área, com espaço, tenta colocar no canto e erra.
SEGUNDO TEMPO
8 min – Giuliano invade área pela esquerda e Walter bate fraco, em cima do zagueiro.
13 min – GOOOOL DO INTER! Walter bate forte, no canto direito, no alto, o pênalti.
29 min – GOOOOL DO INTER! Walter ganha do zagueiro e bate de longe, no ângulo esquerdo. Um golaço.
37 min – GOOOOL DO INTER! Giuliano bate de pé direito, no canto do gol virando o jogo.

Foi justamente na bola parada que a equipe do técnico Emerson Leão abriu o placar. Aos 30 minutos, Wendell Santos cobra falta da direita, a zaga afasta mal e Everton Santos fica com a sobra, ajeita e bate forte, no ângulo esquerdo de Lauro. Vantagem construída.

O Inter tentou reagir com Taison, em uma arrancada típica de um time recuado. O atacante progrediu, sozinho, por 30 metros e foi desarmado quando engatilhava o chute. Mas o Goiás continua senhor do jogo.

Tudo igual lá atrás

Além de Taison, outra figura de destaque no Inter era Walter. O centroavante bem que tentou chutar, correr e marcar, mas faltou algo. Se o destaque na frente tentava, atrás nada disso. A zaga, que falhou no gol de Everton Santos, ficou petrificada na cobrança de outra falta, aos 41 minutos.

Novamente da direita, o cruzamento, desta vez, desviou em alguém, sobrou na cara do gol, mas Ronaldo Alves não foi capaz de afastar. Amaral, atento, apenas desviou para o fundo da rede. Era a consolidação do resultado.

Depois do apito final, o técnico Jorge Fossati foi para cima da arbitragem. No meio do gramado, o comandante gesticulava e gritava contra Wallace Valente. Descontrolado, como em outras vezes, o uruguaio foi expulso. “O Fossati foi reclamar da falta que originou o segundo gol, não teve falta nenhuma”, explicou o goleiro Lauro, que tentou tirar Fossati do campo, sem sucesso.

Reação com pênalti

Os 45 minutos finais foram diferentes no Serra Dourada. O Inter adiantou seu time, investiu mais na força de Walter e na velocidade de Giuliano e Taison. Mas ainda contava com um Edu desligado. Aos oito minutos, Giuliano fez grande jogada e serviu Walter, quase dentro do gol, que concluiu com displicência perdendo a chance.

NÚMEROS DO DATAFOLHA

  • 4

    faltas

    fez Amaral, que ainda marcou gol

  • 7

    finalizações

    de Walter, que fez dois gols

Porém a pressão surtiu efeito aos 12 minutos, quando Taison foi derrubado dentro da área. Na cobrança de pênalti, Walter chutou forte e no alto, tirando qualquer chance de defesa do goleiro Fabio. Moral elevada, equipe mais ligada.

Jorge Fossati, então, resolveu mexer. O atacante Everton recebeu as instruções através de um celular e entrou na vaga de Taison, que saiu proferindo xingamentos e totalmente irritado.

Walter se torna o nome do jogo

Um pouco mais organizado do que no primeiro tempo, o Inter seguiu na frente, sentindo o bom momento. Aos 29 minutos, Walter recebeu de costas para o gol, ganhou do marcador e disparou um chute. A bola foi no ângulo esquerdo de Fabio.

Cinco minutos depois, o atacante do Inter invadiu a grande área e viu Fábio saindo. Assim, deu um chapéu no goleiro e foi derrubado. Pênalti marcado e cobrado por Giuliano, com precisão. Na sequência, o destaque do clube gaúcho foi substituido, sentindo dores na coxa.

Mas o Goiás não tinha mais forças para conseguir uma reação. O Inter, agora, volta a pensar na Copa Libertadores. Na terça, o grupo vermelho viaja para a Argentina, onde joga contra o Estudiantes, na quinta-feira, a partida de volta das quartas de final. O Goiás, por sua vez, chega a segunda derrota no Campeonato Brasileiro.

GOIÁS 2 X 3 INTERNACIONAL

Goiás
Fábio; Marcão, Rafael Tolói e Augusto; Wendell Santos, Fabio Bahia, Amaral, Everton Santos e Wellington Saci (Deyvid Sacconi); Rafael Moura e Daniel (Romerito)
Técnico: Emerson Leão

Internacional
Lauro; Glaydson, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Juan; Derley, Wilson Matias, Giuliano e Edu (Nei); Taison (Everton) e Walter (Leandro Damião)
Técnico: Jorge Fossati

Data: 16/05/2010 (domingo)
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Auxiliares: Adailson Alves Pereira (ES) e José Ricardo Linhares (ES)
Cartões amarelos: Rafael Moura (GOI), Marcão (GOI), Wendell Santos (GOI), Amaral (GOI), Fábio (GOI)
Gols: Everton Santos, aos 30 minutos; Amaral, aos 41 minutos do primeiro tempo. Walter, aos 13 e aos 29 minutos; Giuliano, aos 37 minutos do segundo tempo.

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host