UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
25/05/2010 - 18h04

Mano pede calma a Defederico e avisa que assédio do River 'já é passado'

Bruno Thadeu
Em São Paulo
  • Mano entende que expectativa sobre Defederico prejudicou amadurecimento natural do meia

    Mano entende que expectativa sobre Defederico prejudicou amadurecimento natural do meia

Mano Menezes afirma ter conhecimento da insatisfação do meia Matias Defederico, que estuda deixar o Corinthians caso não se firme entre os titulares, e avisou que o argentino terá seus dias de estrela no clube paulista. O treinador, entretanto, enfatizou que o jogador não será negociado para o River Plate e pede para que o meia tenha paciência.

Atual técnico do River Plate, Angel Cappa, trabalhou com o meia no Huracán, solicitando a contratação por empréstimo do atleta. O Corinthians nega acordo, citando o alto investimento feito no atleta – US$ 4,3 milhões.

Na avaliação do treinador, a enorme repercussão gerada pela chegada de Defederico ao Corinthians sobrecarregou o argentino, que ainda está em fase de amadurecimento.

“Já tem uma definição com ele. Conversamos há bastante tempo sobre a permanência. Essa questão do River é anterior à conversa. Se quiséssemos abrir mão do Matias seria para a Argentina, mas não é isso que pensamos sobre o Matias. É preciso ter calma de ambas as partes. A contratação teve detalhes de jogador formado, mas ele ainda estava em formação. Entendemos que ele venha a ser um grande jogador e para isso vamos continuar essa linha, dando continuidade ao trabalho”, discursou Mano Menezes.

MANO EVITA PLANOS COM RONALDO

  • Folha Imagem

    A recente lesão na panturrilha de Ronaldo fez Mano Menezes desistir de estabelecer prazos para o retorno do atacante ao time. Fora da partida contra o Grêmio Prudente, quarta-feira, no interior, o Fenômeno não deve enfrentar o Santos, domingo, às 16 h, no Pacaembu, e ainda é dúvida contra o Inter, 3 de junho.

Não faltaram rótulos para definir Defederico, que despontou no Huracán. Contratado como “Novo Messi”, Defederico inicialmente foi testado como meia-armador. Nos treinamentos, Mano Menezes destacou que o argentino não faz a função típica de um camisa 10, como um armador. Defederico é um segundo atacante, que recua para o meio-campo para avançar ao ataque, avalia o técnico.

Contra o Grêmio Prudente, quarta-feira, no estádio Prudentão, Defederico seguirá como opção na reserva. Com o argentino no ataque ao lado de Souza, o time ganha nova alternativa no sistema ofensivo.

“Já deixei claro o que penso, e onde é que pretendo colocá-lo em campo. Ali que ele vai jogar [no ataque]. Não obviamente fazendo a mesma que o Dentinho ou Jorge Henrique. Mas mudando o jeito do time jogar”, comentou Mano.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host