UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
25/05/2010 - 07h04

Sem Adriano, Juan 'pede' reforços para Fla defender título brasileiro

Cauê Rademaker
No Rio de Janeiro

Único jogador do Flamengo a falar com a imprensa nesta última segunda-feira, Juan afirmou não saber qual será o destino de Adriano e ainda disse torcer para que o Imperador permanecesse na Gávea. Porém, precavido, adiantou que a diretoria precisa se mexer para repor a iminente perda.

O contrato de Adriano termina no próximo domingo e a tendência é que o centroavante sequer entre em campo até lá, nos jogos contra Fluminense, na quarta-feira, e Grêmio, no sábado, ambos no Maracanã. Desta forma, a despedida teria sido na eliminação da Libertadores diante da Universidad do Chile, na semana passada.

“Se alguém sair mesmo, o grupo tem de continuar forte. Precisamos defender nosso título brasileiro. Pelo menos temos de conquistar uma vaga na Libertadores do ano que vem. Mas esse assunto de contratações deixamos com a diretoria, que sabe o que fazer”, disse Juan.

O FLAMENGO NO TWITTER

No entanto, embora tenha se esquivado bastante e evitado comentar a saída de Adriano, que deve assinar contrato com a Roma-ITA ainda nesta semana, o lateral-esquerdo deu a noção do que representa para o time o adeus do Imperador.

“A gente perde muito sem o Adriano, não só pela pessoa que é, mas o jogador. Não preciso vir aqui falar da qualidade dele, é um atacante acima da média, fora de série”, elogiou.

Nesta terça-feira, o futuro de Adriano deve ser selado. A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, se reunirá com o empresário do atleta, o ex-goleiro Gilmar Rinaldi. Na conversa, que deve ocorrer na Gávea, o agente comunicará de forma oficial a decisão do atacante em retornar ao futebol europeu no segundo semestre.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host