UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
26/05/2010 - 09h00

Alecsandro espera clima pesado em São Januário depois de protesto

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre

O clima conturbado do Vasco neste início de Campeonato Brasileiro vai mudar o contexto do jogo da próxima quinta-feira, em São Januário. A opinião é do atacante do Inter, Alecsandro, que ficou sabendo da invasão de torcedores ao treino do clube carioca nesta terça-feira. Para o jogador, todos os envolvidos sentirão o ocorrido dentro das quatro linhas.

“A gente vai encontrar um clima pesado lá. Para nós, do futebol, não é legal. É o árbitro, o Vasco e nós, todos pressionados. A gente tem que ir muito convicto do que quer na partida”, disse Alecsandro, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Os protestos geraram uma conversa atípica entre o centroavante e o goleiro Lauro. “Comentei com o Lauro ‘o torcedor do Vasco poderia esperar um pouquinho mais para fazer protesto’. Esperar depois da nossa partida”, descontraiu o artilheiro. “Eu sou contra esse tipo de protesto, com ameaça”, completou.

Alecsandro, mesmo titular do Inter, pouco atuou neste principio de Campeonato Brasileiro. Algo que acontece pelo rodízio estabelecido pelo treinador Jorge Fossati. O último jogo, contra o São Paulo, o camisa nove – juntamente com D’Alessandro e Andrezinho, entraram apenas no segundo tempo. Porém o atleta apoiou a medida da comissão técnica.

INTERNACIONAL NO TWITTER

“É um rodízio que tem que acontecer. Eu sou a favor disso, mas lógico que gosto de jogar. Gostaria de ter começado contra o São Paulo, mas respeito os profissionais que o Inter tem”, finalizou.

Diante do Vasco, de Celso Roth, todos os titulares em condições estarão em campo. A baixa é D’Alessandro, que sente fortes dores no pé direito e será poupado da partida.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host