UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
26/05/2010 - 07h20

Jonathan rebate Thiago Ribeiro e não vê Cruzeiro pressionado

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte
  • Jonathan diz que o Campeonato Brasileiro é longo, mas admite que o time precisa reagir logo

    Jonathan diz que o Campeonato Brasileiro é longo, mas admite que o time precisa reagir logo

Em entrevista coletiva na segunda-feira, o atacante Thiago Ribeiro afirmou que vê o Cruzeiro pressionado por uma vitória diante do Botafogo nesta quarta-feira, às 21h50, no Mineirão. O lateral-direito Jonathan rebateu a afirmação do companheiro e disse que o Campeonato Brasileiro é longo demais para a equipe se sentir pressionada já na quarta rodada, mas reconhece que o time celeste precisa voltar a vencer.

“Não penso dessa forma, o campeonato está começando agora. É lógico que temos de acordar o mais rápido possível, porque nossa meta este ano é o título, em vez de buscar só a vaga na Copa Libertadores. O foco do Cruzeiro neste ano é outro e temos de acordar o mais rápido possível”, disse.

Jonathan demonstra confiança na força do elenco cruzeirense. “Não vejo a equipe pressionada. Acho que os jogadores que o Cruzeiro tem hoje têm uma qualidade técnica impressionante. Tenho certeza que a hora que o bicho pega, o time vai corresponder à altura”, afirmou.

Depois de estrear com vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, em Porto Alegre, o Cruzeiro empatou com Avaí e Guarani, em jogos que ficou em desvantagem de 2 a 0 nos intervalos e precisou buscar a igualdade na etapa final.

Com cinco pontos somados em três partidas, o Cruzeiro ocupa a oitava colocação do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, a equipe celeste recebe o Botafogo para tentar encerrar uma série de quatro jogos sem vitórias, que inclui também as partidas pelas quartas de final da Copa Libertadores contra o São Paulo.

Embora espere que os torcedores cobrem muito da equipe, Jonathan pede paciência à torcida. “O torcedor está chateado pela perda da Libertadores e tem o direito de protestar, mas tem que entender que, às vezes, com a ajuda dele não jogamos bem, imagine com o torcedor vaiando o time que já está mal. As coisas seriam muito piores. Gostaria de pedir ao torcedor que tenha tranquilidade e paciência. Vai ser um jogo difícil, o Botafogo sempre dá trabalho. Ano passado, ganhamos de 1 a 0 só, é um time complicado de se jogar”, salientou.

O lateral cruzeirense avalia que o apoio dos torcedores ainda nas primeiras rodadas poderá fazer diferença na classificação final do Cruzeiro no Brasileirão. “O Campeonato Brasileiro está começando agora, mas perdemos o Brasileiro do ano passado, justamente, no começo. A gente precisa do apoio deles desde agora até o final. Não tenho dúvida que temos chances de título brasileiro neste ano e contamos com a ajuda do torcedor”, observou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host