UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
26/05/2010 - 07h04

Mesmo após criticas de Ganso, Dorival regula solteiros e dá alivio para casados

João Henrique Marques
Em Santos (SP)
  • Dorival dá preferências aos jogadores santistas casados, e adota linha-dura com solteiros

    Dorival dá preferências aos jogadores santistas casados, e adota linha-dura com solteiros

A determinação de Dorival Júnior de adiantar em um dia a concentração dos jogadores santistas solteiros não foi modificada após as críticas de Paulo Henrique Ganso. O treinador não pretende modificar a medida futuramente, e segue facilitando a vida dos atletas casados no clube.

A polêmica veio à tona após a punição imposta aos jovens, Ganso, Madson, Neymar e André, na última sexta-feira. Eles chegaram atrasados em dia de concentração apenas para os solteiros no CT Rei Pelé. Paulo Henrique reclamou publicamente do tratamento diferenciado dado aos casados, mas não conseguiu convencer Dorival.

A medida foi novamente tomada no início da semana, quando os solteiros iniciaram a concentração para o duelo contra o Guarani, nesta quarta-feira, às 21h50min, na Vila Belmiro, na antevéspera da partida. Os casados somente se apresentaram ao local no dia seguinte.

MADSON RECEBE ULTIMATO

  • Ricardo Saibun (Santos F.C)

    Após uma série de deslizes disciplinares, Madson foi afastado por Dorival Júnior da partida contra o Guarani, nesta quarta-feira, às 21h50min, na Vila Belmiro. O treinador, no entanto, garantiu que o jogador vai receber sua última chance no clube brevemente.

“Já está tudo resolvido, sem problemas. Não é autoritarismo de minha parte, mas sigo optando por essa concentração dois antes das partidas desde que iniciamos nossa série de jogos decisivos. Quis aliviar para os casados ficarem mais com os familiares”, argumentou Dorival.

O ato de indisciplina dos jogadores foi cometido justamente na primeira vez em que Dorival optou por separar o elenco na concentração. O treinador fez questão de realizar a cobrança aos jovens em uma conversa com todo o grupo. Ganso chegou a pedir o direito de opinar, mas não teve o consentimento de Dorival.

“Terminanos o jogo contra o Grêmio (pela semifinal da Copa do Brasil) e já sabíamos que teríamos cinco jogos importantes pelo Brasileiro antes da pausa para a Copa do Mundo. Não podemos perder o foco nessas partidas. Planejei a concentração com o grupo e não tem necessidade de modificar”, destacou o comandante santista.

A personalidade forte de Ganso já deixou Dorival Júnior em saia-justa em outra ocasião. Foi na decisão do Campeonato Paulista, contra o Santo André, quando o jogador se negou a ser substituído nos minutos finais. Dorival trocou a modificação, e buscou minimizar o fato enaltecendo a postura do atleta.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host