UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
26/05/2010 - 09h15

Pontuar fora de casa é fundamental para Atlético-MG atingir meta de Luxa

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Para seguir meta, time de Diego Tardelli (f) tem de vencer jogos também fora de Belo Horizonte

    Para seguir meta, time de Diego Tardelli (f) tem de vencer jogos também fora de Belo Horizonte

Dos nove pontos já disputados, o Atlético-MG somou seis, o que significa aproveitamento de 67%, que o deixaram na sexta colocação, a três pontos do líder Corinthians e a um de Avaí, Botafogo, Palmeiras e Ceará. Esses quatro clubes têm sete pontos (rendimento de 78%) e se colocam entre 2º e 5º lugares. O time atleticano, de acordo com o técnico Vanderlei Luxemburgo, planejou chegar à paralisação do Brasileirão no G-4.

Para que isso aconteça, o Atlético-MG terá de melhorar o seu percentual de aproveitamento e pontuar como visitante. Em casa, a equipe de Luxemburgo tem rendimento de 100%, com vitórias sobre Vasco (2 a 1) e Atlético-PR (3 a 1). Em compensação, em seu único jogo longe dos seus domínios, foi goleado pelo Grêmio Prudente, por 4 a 0.

“Estamos projetando após os sete jogos terminar no grupo dos quatro, no grupo da frente, depois teremos 40 dias para treinar e nessa parada a coisa vai ficar bem definida para ver o que vamos fazer no segundo semestre”, afirmou Luxemburgo, revelando o planejamento atleticano.

Dos quatro jogos que o Atlético-MG têm a fazer antes da paralisação do Brasileiro para a disputa da Copa do Mundo da África do Sul, ele será visitante em dois, incluindo o desta quarta-feira, contra o Vitória, e depois diante do Grêmio, em Porto Alegre, pela sexta rodada. Em outras duas partidas, o time atleticano será mandante, recebendo Fluminense, no próximo domingo, e Ceará, no dia 6 de junho.

Caso mantenha a atual campanha, vencendo em casa e sendo derrotado como visitante, o Atlético-MG chegará aos 12 pontos em sete rodadas, o que representará um aproveitamento de 57,14%, portanto, abaixo do seu rendimento após seus três primeiros jogos.

“É importante que a gente trabalhe muito bem essa primeira fase da competição com sete jogos para terminar bem. Esse é o nosso planejamento, mas não depende só da gente, depende dos adversários, tem de combinar com os adversários. Não combina e depois dá errado”, brincou o treinador atleticano.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host