UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
26/05/2010 - 10h23

Silas acredita na evolução de William e vê objetivos alcançados pelo Grêmio

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

REUNIÃO ANTES DE TREINAMENTO

  • Antes da atividade desta terça-feira, o técnico Silas reuniu os jogadores do Grêmio para conversar sobre as falhas defensivas que estão ocorrendo. Nos últimos 4 jogos, o Grêmio sofreu 12 gols e está em 18º no Brasileirão com somente 1 pontos.

Silas precisará mudar o ataque do Grêmio mais uma vez. Pelo desconforto sentido por Leandro, o treinador gremista precisará escalar William nesta quarta-feira, às 19h30, contra o Avaí, no Olímpico. O ex-jogador do próprio Avaí admite não ter totais condições físicas, mas conta com o apoio do comandante. Silas revelou ainda que a conquista do Gauchão e a semifinal da Copa do Brasil significaram 30% dos objetivos do ano atingidos pelo time tricolor.

"O William esteve presente em um período mais difícil nosso aqui, mas entrou, fez gols, deu passe para gols e estava começando a melhorar. Suas características se parecem muito com as do Maxi López, ele briga muito, mas por infelicidade, teve uma lesão", explicou Silas.

Para o treinador, mesmo tendo sido vaiado em várias oportunidades e passado pelo momento curioso em que o torcedor "comemorou" sua lesão, William ainda pode cair nas graças dos gremistas. "Acredito que, assim como foi o meu caso e do Ferdinando, ele tem que conquistar as coisas. É como o Bergson, tem que conquistar o carinho. Para entrar no coração do torcedor do Grêmio, demora um pouco, mas quando entra é de uma vez. Precisa muito trabalho, confiança do grupo e felicidade na conclusão. Todos os reservas do ataque têm 2 titulares que estão muito bem(Jonas e Borges), então, substituir não é fácil", explicou o treinador.

Com 3 derrotas na sequência, o Grêmio vive o pior momento da atual temporada. No Brasileirão foi somente 1 ponto conquistado e a incômoda décima oitava posição na tabela. A defesa também preocupa porque levou 12 gols nos últimos 4 jogos.

Apesar disso, Silas refere pontos positivos no seu trabalho e não vê crise, mesmo em caso de derrota para o Avaí, em casa. "Conseguimos, nos primeiros 5 meses de trabalho, 25% do objetivo concretizado. Dos 4 campeonatos que disputaremos (Brasileirão, Copa do Brasil, Estadual e Copa Sul-Americana), 1 já foi conquistado, porém a Copa do Brasil ficou para trás. Talvez mais de 25 porque chegamos na semifinal e perdemos para uma equipe que mereceu, então 30% do trabalho. Mas agora é zerar e encarar o Brasileiro que está no começo e estamos com problemas. O que serve de consolo para a gente é que estamos com a 'corda estiada' mas temos um título na bagagem", concluiu o treinador.

Para esta partida contra o Avaí, além de William, Maylson é outra novidade. O meia estará presente no lugar de Douglas, que foi expulso contra o Palmeiras e ficará fora. Os jogadores do Grêmio se reuniram com Silas durante mais de uma hora antes do treinamento de terça-feira para resolver os problemas da defesa. "Conversei com eles e espero não precisar mais fazer isso. Não estamos cometendo erros táticos ou de posicionamento", comentou o treinador.

Caso vença, o Grêmio escapa da zona do rebaixamento e conquista os primeiros 3 pontos no certame nacional. O adversário tem como argumento o melhor ataque da competição até agora. "Temos que lembrar que contra o Grêmio Prudente, houve duas expulsões ainda no primeiro tempo, por isso a goleada do Avaí", alertou Silas.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host