UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
27/05/2010 - 22h58

Em jogo sem emoção, Goiás empata sem gols com o Ceará e segue na lanterna

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O torcedor que foi ao estádio Serra Dourada na noite desta quinta-feira para assistir o duelo entre Goiás e Ceará merecia um prêmio por ter ficado até o final da partida. Em um jogo sem emoção nenhuma e muito fraco tecnicamente, as duas equipes empataram sem gols e o time da casa deixou o gramado muito vaiado pelos torcedores.

Com este resultado o Goiás conseguiu o seu primeiro ponto na competição, mas continua segurando a lanterna do Campeonato Brasileiro. Já o Ceará continua sendo a surpresa da competição, recém-promovido da Série B a chegou aos oito tentos subiu quatro posições e agora é o quarto colocado.

Precisando da vitória o técnico Emerson Leão começou o jogo com uma formação mais ofensiva, com dois meias e dois atacantes. Apesar desta postura do Goiás, o time não conseguiu criar nenhuma oportunidade e não passava da melhor defesa do Campeonato Brasileiro, que mostrou segurança e só levou um susto em uma cobrança de falta.

Sem nenhuma criatividade no meio campo e com muitos erros de passe das duas equipes o primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente. Com os atacantes isolados na frente, raramente a bola chegava perto da área e os goleiros eram meros expectadores da partida, com exceção de uma excelente defesa de Rodrigo Calaça aos 43min, a bola não chegou ao gol.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
8min - Bernardo cobra falta com perigo e a bola bate na rede pelo lado de fora, enganando a torcida que gritou gol
29min - Ernandes arrisca um chute forte de fora da área e a bola passa raspando a trave esquerda de Calaça
43min - Misael pega rebote da zaga e chuta de primeira, Calaça faz ótima defesa e coloca para escanteio
SEGUNDO TEMPO
8min - Misael invade e área e chuta, Rodrigo Calaça defende e Rafael Tolói coloca para escanteio
27min - Após contra-ataque rápido Washington recebe sozinho na entrada da pequena área e chuta para fora, perdendo um gol incrível

Se o Goiás se mostrou desorganizado dentro de campo e muito afobado, devido a necessidade da vitória, o Ceará foi totalmente o oposto. A equipe visitante fez muito bem o papel que veio disposto a cumprir, de se defender o tempo todo e jogar no erro do adversário. Como os donos da casa não cometeram falhas, a primeira etapa terminou empatada, para revolta da torcida que vaiou o time esmeraldino e pediu raça aos jogadores.

“Precisamos finalizar mais e esta faltando movimentação para sair da marcação do Ceará. O torcedor quer vir no estádio ver show e com a situação que está eles tem todo o direito de cobrar, mas cabe a nós voltar melhor para o segundo tempo para conquistar essa vitória”, declarou o volante Jonílson na saída para o intervalo.

Insatisfeito com a apatia do Goiás, o técnico Emerson Leão fez duas alterações na volta do vestiário, sacou o lateral direito Wendel Santos para a entrada de Douglas e tirou o atacante Rafael Moura e colocou o meia Romerito. Com isso, o time começou o segundo tempo com mais mobilidade no meio campo e com apenas 5min jogados produziu mais do que em toda a primeira etapa.

Porém, como passou a atacar com mais jogadores, o Goiás ficou exposto aos contra-ataques do Ceará, que em uma dessas arrancadas quase abriu o placar, aos 8min, com Misael, que parou novamente em uma boa defesa de Rodrigo Calaça. Depois do ímpeto do começo da segunda etapa o time da casa caiu novamente de produção e começou a arriscar muitos chutes de fora da área, que pouco levavam perigo ao gol de Diego.

Sentindo isso, Leão tirou o meia Hugo, que estava muito apagado e colocou o atacante Daniel Lovinho, o que deixou o time mais rápido, mas também ainda mais exposto aos contra-ataques do Ceará, que adiantou um pouco a marcação, começou a dominar o meio campo e saiu mais com a bola no chão. Em uma dessas investidas, aos 27min, Washington perdeu um gol incrível, na entrada da pequena área.

Depois disso, as equipes pouco criaram e uma das piores partidas do campeonato terminou empatada sem gols, com muitos protestos da torcida esmeraldina.

Na próxima rodada o Goiás tenta a primeira vitória no clássico contra o Atlético-GO, no duelo entre os dois últimos colocados da competição. Já o Ceará, tenta manter sua invencibilidade contra o Cruzeiro, no estádio Castelão. As duas partidas acontecem no domingo, às 18h30 (de Brasília).

GOIÁS 0 X 0 CEARÁ

GOIÁS
Rodrigo Calaça; Wendel Santos (Douglas), Rafael Tolói, Ernando e Jadílson; Amaral, Jonílson, Hugo (Daniel Lovinho) e Bernardo; Everton Santos e Rafael Moura (Romerito)
Técnico: Leão

CEARÁ
Diego; Oziel (Marcos Pimentel), Fabrício, Anderson e Ernandes; Michel, Careca, João Marcos e Geraldo (Eusébio); Misael (Wellington Amorim) e Washington
Técnico: PC Gusmão

Data: 27/05/2010, quinta-feira
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (FIFA/RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (FIFA/RS) e Roberto Braatz (FIFA/PR)

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host