UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
27/05/2010 - 23h22

Inter critica Heber Roberto Lopes por pênalti na derrota para o Vasco

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre
  • Inter chegou a estar vencendo por 2 a 0, dois gols de Andrezinho: jogo terminou 3 a 2 para o Vasco

    Inter chegou a estar vencendo por 2 a 0, dois gols de Andrezinho: jogo terminou 3 a 2 para o Vasco

O Internacional perdeu para o Vasco por 3 a 2, depois de estar vencendo por 2 a 0. Autor do lance do pênalti, que originou o segundo gol do Vasco, o lateral-direito Nei saiu de campo lamentando a decisão do árbitro Heber Roberto Lopes.

“Eu acho que não toquei, se toquei tava fora da área. Na minha concepção, não foi pênalti. Ele deu e complicou a gente”, afirmou o jogador, ao final da partida.

O Inter saiu na frente, com dois gols de Andrezinho. Aos 32 minutos do segundo tempo, em um lance com o lateral Nei, Ernani caiu na área sem ser tocado pelo jogador do Internacional. O árbitro assinalou pênalti e o Vasco chegou ao empate e fez o gol da virada quatro minutos depois.

“Eu não toquei no jogador, não foi pênalti. Aí você toma dois e eles vão para cima”, lamentou Nei. Antes, aos 18 minutos do segundo tempo, o zagueiro Fabiano Eller ainda foi expulso, pelo segundo cartão amarelo. “É complicado. A gente acabou perdendo um jogador, eles foram empurrados da torcida”, completou Nei.

INTERNACIONAL NO TWITTER

Para o zagueiro Bolívar, o árbitro Heber Roberto Lopes teria "mudado de ideia" ao correr para marcar o lance. "Se de repente foi falta, foi fora da área. Tinha um maço de grama fora da área. Ele até se posicionou para marcar falta, mas mudou de ideia”, disse Bolívar.

O presidente do Inter, Vitorio Piffero, chegou a afirmar que Lopes prejudica o Inter em partidas fora do Beira-Rio. “Foi um pênalti inexistente, inventado pelo árbitro, que mais uma vez contra o Inter beneficia o time da casa. Contra o Inter, ele tem nos prejudicado quando jogamos fora”, afirmou o dirigente colorado. Piffero se referia à derrota para o Inter para o Corinthians, na final da Copa do Brasil de 2009.

Já o diretor de futebol, Fernando Carvalho, não quis comentar a decisão do árbitro. “Quem faz dois gols e não segura, não dá nem para falar da arbitragem”, resumiu.

Com a derrota, o Inter foi para a 18ª posição, com três pontos. A próxima partida do Inter é contra o Atlético-PR, domingo no Beira-Rio.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host