UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
27/05/2010 - 23h32

Jogadores do Goiás pedem tranquilidade e creem que só a vitória acalma torcida

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O Goiás mais uma vez jogou mal, decepcionou a torcida e segue sem vencer no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira a equipe goiana não passou de um empate sem gols com o Ceará, no estádio Serra Dourada, marcou o primeiro ponto na competição e continua sendo o último colocado.

Bastante vaiado pela torcida durante o jogo e principalmente após o apito final do árbitro Carlos Eugênio Simon, quando se ouvia das arquibancadas os gritos de “time sem vergonha”, “time medíocre”. Os jogadores deixaram o gramado bastante abatidos, lamentando o resultado e dizendo que só uma vitória vai acalmar os torcedores.

“Só a vitória vai acalmar, não adianta a gente só jogar bem e não vencer. Mas vamos trabalhar bem para ver se a gente já consiga os três pontos no clássico contra o Atlético-GO”, declarou o goleiro Rodrigo Calaça, um dos únicos que teve seu nome gritado pelos torcedor e foi poupado dos protestos.

Já o meia Romerito, que entrou no decorrer da partida, enalteceu a marcação forte do Ceará, que levou apenas um gol no campeonato, mas não soube explicar o motivo da fase do Goiás. “É difícil, não tem explicação. Estamos treinando forte, se dedicando, mas infelizmente as coisas não estão acontecendo.”

Insatisfeito pelo resultado e preocupado com a situação do Goiás na tabela o meia Bernardo pediu calma neste momento difícil. “É triste, estamos tendo dificuldades. Em quatro jogos apenas um ponto somado só. Mas nessa hora precisamos ter tranquilidade, para que já no domingo possamos conseguir um bom resultado.”

Outro que tem a mesma opinião de Bernardo é o zagueiro Rafael Tolói, que alertou sobre os perigos de ficar na zona de rebaixamento. “A gente tem que ficar preocupado com isso (rebaixamento), porque o Brasileiro é um campeonato muito difícil, mas neste momento o mais importante é a tranquilidade, para que possamos buscar os resultados e no jogo contra o Atlético-GO já reverter essa situação.”

“O time mais uma vez não fez por merecer a vitória, criamos muito pouco e temos que melhorar muito se quisermos chegar em algum lugar no campeonato. Precisamos ter tranquilidade, mas a reação tem que ser imediata”, declarou o lateral esquerdo Jadílson, um dos mais revoltados na saída do gramado.

No próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o Goiás tenta a primeira vitória no clássico contra o Atlético-GO, no duelo entre os dois últimos colocados da competição.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host