UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
27/05/2010 - 07h15

No Flamengo, Rogério Lourenço aponta carências e torce por contratações

Cauê Rademaker
No Rio de Janeiro

Já que a diretoria se calou, coube ao técnico do Flamengo, Rogério Lourenço, passar boa parte da entrevista coletiva após a derrota por 2 a 1 diante do Fluminense, nesta última quarta-feira, tendo que responder a perguntas sobre possíveis reforços para a equipe. Foi um discurso sem grandes novidades, mas no qual o treinador apontou quais as principais carências da equipe.

O ataque e a zaga são os setores que mais preocupam o comandante rubro-negro para o restante do Campeonato Brasileiro. Na frente, o elenco perdeu nesta semana Adriano e Bruno Mezenga. Já atrás é pouco provável que Álvaro renove seu contrato, o que deixa a defesa inexperiente.

“Estamos vendo que precisamos de atacantes. E ali atrás temos dois jovens compondo o elenco, o Fabrício e o Wellinton. Acredito que precisamos de um mais experiente, até porque o David e o Álvaro estão em processo de renovação”, apontou Rogério Lourenço, que prosseguiu.

“Na verdade, em todos os setores a gente precisa de jogadores. Na meia também seria bom, pois não sabemos se o Petkovic vai renovar. Não é fácil contratar, até porque para o Flamengo tem de vir o melhor, não o que esteja na prateleira”, disse o treinador.

Para o ataque, as chances de Washington vir ficaram reduzidas depois da negativa de seu empresário, Gilmar Rinaldi, que o quer no São Paulo até o fim do ano. Emerson, que atuou no clube em 2009, surge como opção, mas o jogador ainda tem contrato com o AL Ain, dos Emirados Árabes.

O FLAMENGO NO TWITTER

Na zaga, nenhum nome ainda foi especulado pelo diretoria, enquanto que para a posição de meio-campo o argentino Montillo, meia da Universidad do Chile, foi oferecido ao clube. Porém, o Flamengo ainda não apresentou uma proposta oficial aos chilenos pelo jogador.

“O Montillo é um jogador de muita técnica. É um meia com facilidade para chegar à frente. Na Libertadores mostrou toda sua qualidade. Estamos buscando os melhores”, reforçou Rogério Lourenço.

No entanto, além de correr atrás de reforços, a diretoria precisa renovar os contratos. Até agora, Petkovic, Álvaro, Maldonado, David e, principalmente Vagner Love, não têm suas situações definidas. O que prejudica o trabalho do treinador.

“Essa é uma situação [renovações] que estamos convivendo há alguma semanas. Mas não foi por isso que deixamos de fazer boas partidas. É obvio que a gente espera que se resolva logo. Sei que o Flamengo está trabalhando para poder renovar todos os contratos”, concluiu o treinador.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host