UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
29/05/2010 - 09h00

Com time esfacelado, Rogério não divulga dupla de ataque do Flamengo

Cauê Rademaker
No Rio de Janeiro

O número de desfalques aumenta a cada partida. Se contra o Fluminense já não pode contar com vários jogadores, o panorama do Flamengo piorou ainda mais para a partida deste sábado diante do Grêmio, no Maracanã. O que faz o técnico Rogério Lourenço pedir mais tempo até divulgar quem formará parceria com Vagner Love no ataque.

Com Adriano fora do clube, o treinador não sabe se mantém Vinicius Pacheco, muito vaiado pelos torcedores na derrota por 2 a 1 para o Fluminense, ou se coloca o novato Diego Mauricio, que entrou no segundo tempo dos dois últimos jogos do time.

“Com o Vinicius eu ganho mais velocidade, mas com o Diego eu tenho mais profundidade. Definirei só no sábado”, resignou-se Rogério Lourenço, que lamentou os inúmeros desfalques. “O problema não é só montar o ataque, mas sim a equipe toda”, prosseguiu.

Da modificada equipe que perdeu para o Fluminense na quarta-feira, o treinador não poderá contar com os volantes Toró e Fernando. O primeiro está com dores no joelho direito, enquanto o segundo foi expulso no Fla-Flu. Soma-se a isso o fato de Willians e Michael seguirem machucados e Kleberson estar servindo a seleção brasileira.

Desta forma, Rogério optou por barrar Rômulo e promover o retorno de Maldonado, que treinava à parte para recuperar a melhor forma. Além disso, Lenon, pouco utilizado no ano, também ganha oportunidade, ao lado de Camacho e Petkovic.

O FLAMENGO NO TWITTER

“Esse meio-campo me agrada. Tem dois volantes, um meia que marca e joga e um de criação, que é o Pet. Problema é que o treinamento foi quase zero. Acredito que mesmo assim conseguimos uma boa equipe para sábado. Mas a maior preocupação são as continuas mudanças”, analisou Rogério.

Petkovic, por sinal, foi uma das poucas boas notícias que o comandante recebeu na sexta-feira. De contrato renovado e livre das dores na coxa direita, o meia voltará ao time titular.

“O Pet é um grande jogador. Tudo o que ele fez pelo Flamengo é indiscutível. Esse ano ainda não chegou no seu melhor, mas tem um potencial indiscutível. Ele vai fazer o possível para voltar a ser aquele Pet que ajudou o time no titulo do Brasileirão do ano passado”, disse o treinador.

O Flamengo deve ir a campo com Bruno; Leonardo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Lenon, Camacho e Petkovic; Vinicius Pacheco (Diego Mauricio) e Vagner Love.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host