UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
29/05/2010 - 07h00

'Zerado' em clássicos, Souza encara admirador Dorival em duelo no Pacaembu

João Henrique Marques e Bruno Thadeu
Em Santos e São Paulo

Sem balançar a rede em clássicos pelo Corinthians, Souza jamais conquistou a confiança da torcida. Mas com o treinador santista, Dorival Júnior, o jogador tem prestígio de sobra. A contratação do corintiano foi um pedido do técnico no começo do ano. Não deu certo! E o centroavante vai ter diante do admirador a primeira oportunidade contra um rival na temporada.

Nos três clássicos disputados pelo Corinthians, em 2010, Souza sequer esteve em campo. Neste domingo, às 16h, no Pacaembu, contra o Santos, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, ele será titular.

A turbulenta temporada de 2009 de Souza no Corinthians contou com a presença do centroavante em seis clássicos, sendo dois deles como titular. O jejum de gols contra rivais contribuiu para perder moral no clube. Tanto que o jogador tornou-se negociável ao fim do ano.

O grande interessado em contar com o corintiano foi o Santos, através de Dorival Júnior. O clube já não contava mais com Kleber Pereira, e o treinador santista via em Souza o camisa 9 ideal.

FENÔMENO SÓ DEPOIS DA COPA

  • Rivaldo Gomes/Folha Imagem

    O Corinthians descartou a presença de Ronaldo para o clássico contra o Santos, e estendeu o período de afastamento dos campos. O Fenômeno retornará ao time somente após a Copa do Mundo, quando o clube paulista encara o Ceará, dia 14 de julho, em Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro

As negociações transcorreram durante boa parte do mês de janeiro. No entanto, a proposta de empréstimo por um ano e divisão salarial não foi aceita pelo Corinthians.

“Fiz esse pedido (contratação do Souza), pois ele é um centroavante perigoso, e que complementa muito bem um grupo. Não é fácil ser o reserva do Ronaldo. Só que agora ele está tendo uma sequência no Corinthians, e talvez por isso esteja ganhando o reconhecimento merecido”, comentou Dorival.

De fato, o moral de Souza aumentou. Após um início de ano com poucas chances, e vendo Iarley tomar o posto de substituto imediato de Ronaldo, o jogador voltou a ser constantemente utilizado por Mano Menezes.

Nos dois primeiros jogos da equipe no Brasileirão, Souza teve participação decisiva. Na estreia, diante do Atlético-PR, no Pacaembu, ele entrou no intervalo, com a equipe em desvantagem no marcador, empatou o jogo, e ainda sofreu o pênalti, convertido por Ronaldo, que originou a vitória por 2 a 1. No duelo seguinte, contra o Grêmio, no Olímpico, foi dele o segundo gol na vitória por 2 a 1.

O crescimento de Souza foi previsto por Dorival. O treinador santista acredita que o jogador vai suprir a ausência de Ronaldo até a pausa para a Copa do Mundo. A não contratação do centroavante só não é lamentada devido às boas exibições de André, vice-artilheiro do time no ano, com 23 gols.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host