UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
31/05/2010 - 17h50

Silêncio predomina no Santos e clube evita novas declarações de Neymar

João Henrique Marques
Em Santos (SP)
  • Dorival recriminou as declarações provocativas de Neymar antes do clássico contra o Corinthians. O Santos tem evitado novas frases do atacate

    Dorival recriminou as declarações provocativas de Neymar antes do clássico contra o Corinthians. O Santos tem evitado novas frases do atacate

O Santos considerou prejudicial ao time as provocativas declarações de Neymar dias antes do clássico contra o Corinthians. Por conta disso, o clube passou a “blindar” o atacante para evitar novas polêmicas.

O clube designou apenas o meia Marquinhos para falar em coletiva na tarde desta segunda-feira, no CT Rei Pelé. Os pedidos para Neymar conceder entrevista não foram aceitos pela assessoria de imprensa.

Logo na chegada ao Pacaembu, Neymar foi cercado pela grande maioria dos seguranças do clube para evitar contato com a imprensa. A mesma situação aconteceu na saída do jogador. Até antes da partida contra o Cruzeiro, quarta-feira, às 21h50min, no Mineirão, o jovem foi aconselhado a não falar.

Nas vésperas do clássico, Neymar não descartou repetir o polêmico chapéu aplicado em Chicão, com a partida paralisada, no primeiro confronto entre as equipes em fevereiro, na Vila Belmiro. As frases foram repudiadas internamente por jogadores e a comissão técnica santista.

“Declarações atrapalham, e o Neymar falou em cima de uma situação que já tinha acontecido. Só que se tratando de um jovem, isso não pode ser considerado como menosprezo” defendeu Marquinhos.

Dorival Júnior não admitiu estar incomodado com as declarações na véspera do clássico. No entanto, após a partida, o treinador admitiu o desconforto.

“Tivemos conversas com o Neymar, mas é o jeito dele, a maneira de ser. Ele vai encontrar um equilíbrio, assim como aconteceu com o Romário, Edmundo e Neto, que sentiram não ter necessidade de fazer isso e pararam”, destacou Dorival.

No início da carreira, Neymar mostrou uma excessiva timidez em contato com os jornalistas. No entanto, ultimamente o jovem tem constantemente entrado em atrito com a imprensa. Recentemente, o jogador mostrou revolta com o rótulo de “cai-cai” adquirido. O atacante rebateu jornalistas após perguntas a respeito do tema, e se defendeu ironizando. “Seu eu cai, sem ser tocado, é porque tenho problema nas pernas”, disse.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host