UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
04/06/2010 - 11h23

Celso Roth não admite que Vasco sinta pressão em São Januário

Bernardo Feital
No Rio de Janeiro

Depois de uma péssima partida na derrota de 1 a 0 diante do Guarani, dentro de casa, e de reclamar muito da qualidade técnica do Vasco, Celso Roth não admite que o time tenha receio de jogar em São Januário. Segundo ele, quem não conseguir lidar com a pressão, pode pensar em um clube de menor expressão.

“Não admito que nossa equipe tenha medo de jogar dentro de casa. O caldeirão de São Januário tem de nos ajudar, mas temos de fazer por onde. Hoje os torcedores tiveram razão parta protestar. Quem não souber passar por cima disso, não pode vestir a camisa do Vasco”, afirmou.

Após o jogo, o técnico se demonstrou bastante preocupado com o futuro da equipe. No entanto, ele comemorou a pausa para a Copa do Mundo e afirmou que a solução para o Vasco pode estar no próprio elenco.

O VASCO NO TWITTER

“Claro que pensamos em contratações e a diretoria do Vasco não para neste sentido. Mas temos jogadores que podem nos ajudar. O Zé Roberto, que não pode atuar, o Carlos Alberto que, se ficar, será um outro reforço. Sem contar em muitos que estão atuando sem o ritmo devido”, agregou.

O Vasco segue para o litoral paulista para uma parada dura antes da paralisação para o Campeonato Brasileiro. O Cruzmaltino encara o Santos, neste domingo, às 16h, pela sétima rodada da competição.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host