UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
04/06/2010 - 07h04

Recordista de cartões, Neymar demonstra lado rebelde e assusta o Santos

João Henrique Marques
Em Santos (SP)
  •  Neymar carrega o rótulo de cai-cai e está acostumado a reclamar da arbitragem sempre que uma falta não é marcada.

    Neymar carrega o rótulo de "cai-cai" e está acostumado a reclamar da arbitragem sempre que uma falta não é marcada.

Neymar demonstra irritação com os árbitros, abusa da violência em alguns momentos, e revelou outra faceta dentro de campo. O técnico atacante é desequilibrado, e carrega uma marca negativa no elenco. O jovem é disparado o recordista de cartões na temporada.

Em 30 jogos disputados na temporada, Neymar já levou 14 cartões, sendo 13 amarelos e um vermelho. Na seqüência estão Pará e Paulo Henrique Ganso, com 9 cartões cada.

O descontrole é nítido e se agravou recentemente. Neymar recebeu amarelo nos últimos dois jogos da equipe no Brasileirão, contra Corinthians e Cruzeiro, acumulou o terceiro na competição e vai cumprir suspensão diante do Vasco, domingo, às 16h, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Brasileirão.

Grande parte dos cartões recebidos são por reclamações de faltas não marcadas. No entanto, o próprio jogador também não prima pela lealdade em campo. O jovem recebeu o primeiro cartão vermelho do Santos na temporada, no clássico contra o Palmeiras, em março. Na ocasião, o jogador agrediu o volante palmeirense Pierre.

A joia santista foi julgada pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo), correndo risco de pena de até 18 partidas, por também acumular o artigo de conduta antiética, já que deixou o gramado xingando o árbitro, mas foi absolvida.

OS MAIS INDISCIPLINADOS DO SANTOS

JOGADORNÚMERO DE CARTÕES
Neymar14
Paulo Henrique Ganso e Pará9
Edu Dracena, Durval e Wesley7
Léo6
Arouca4

Na última partida santista, diante do Cruzeiro, o cartão amarelo foi lhe aplicado em um lance onde o árbitro Wilton Pereira Sampaio considerou que o jovem agrediu Jonathan ao tentar proteger a bola.

O duelo contra o Vasco será a quinta vez que Neymar vai desfalcar o time para cumprir suspensão. O desequilíbrio emocional do jovem já foi comentado por Dorival Júnior. O treinador acredita que o atacante é perseguido pela arbitragem devido ao rótulo de ‘cai-cai’, e está abalado psicologicamente, após sucessivos problemas.

Em pouco menos de um mês, Neymar sofreu uma série contusão no olho, viu o sonho de ser convocado para a Copa do Mundo terminar, e foi punido severamente pelo clube após chegar atrasado na concentração do time.

Muito em função da rebeldia demonstrada por Neymar dentro e fora de campo, a diretoria, incomodada com a situação, busca a contração de um psicólogo para o clube. O profissional faria parte da comissão técnica, trabalharia no CT Rei Pelé, se colocando à disposição do atacante, quando este achar necessário.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host