UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
10/06/2010 - 09h23

Kleber elogia elenco do Palmeiras, mas vê necessidade de contratar reforços

Filipe Grecco
Em São Paulo
  • Kleber vê necessidade de reforços para o elenco e ainda acredita na conquista do título Brasileiro

    Kleber vê necessidade de reforços para o elenco e ainda acredita na conquista do título Brasileiro

Recém-chegado ao Palmeiras o atacante Kleber sabe muito bem como anda a situação da equipe, apenas a décima colocada no Campeonato Brasileiro, com nove pontos ganhos em sete jogos. Se sentindo em casa, o atacante avaliou positivamente o elenco alviverde, mas vê a necessidade da contratação de alguns reforços.

“O elenco não é ruim, tem bons jogadores, mas o grupo é bem reduzido. Eu acredito que vão chegar mais jogadores, atletas importantes que vão nos ajudar nesta caminhada. Precisamos montar um bom time a partir de agora para a gente buscar esse título Brasileiro, pois ainda dá tempo”, comentou o jogador.

Preocupado com essa situação do elenco, Kleber pediu para que a diretoria pensasse em reintegrar Diego Souza ao elenco, já que ele ainda pertence ao Palmeiras e está afastado por ter brigado com a torcida. O “gladiador” fez questão de lembrar que uma equipe não se forma com poucos atletas.

“Um time de futebol não é formado por um, dois ou três jogadores, mas sim por um grupo. Eu acho que o time precisa de reforços e tenho certeza que a diretoria está se empenhando para que possamos ter um elenco forte”, avaliou o atacante que, assim como em sua primeira passagem pelo clube, vai vestir a camisa 30.

Kleber é o primeiro reforço do Palmeiras durante esta pausa para a Copa do Mundo. Na pauta da diretoria ainda estariam os nomes do lateral esquerdo Fabio Aurélio, do meia Valdivia e dos atacantes Ricardo Oliveira e Fausto, artilheiro da Série A-2 do Campeonato Paulista. Além deles, o técnico Luiz Felipe Scolari é o favorito para assumir o comando da equipe.

Apesar dos nomes especulados a diretoria prega cautela com relação aos novos reforços e adota o silêncio para não atrapalhar nas conversas. Tanto no caso de Valdivia como de Felipão, o vice-presidente de futebol Gilberto Cipullo usou o mesmo discurso: “Não queremos prometer nada, mas esperamos que as negociações avancem e tenham um final feliz.”

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host