UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
10/06/2010 - 07h03

Na contramão da posição, Ralf vira o "maior ladrão" sem abusar das faltas

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Além de anotar dois gols, Ralf é o jogador com melhor média de desarmes na competição nacional

    Além de anotar dois gols, Ralf é o jogador com melhor média de desarmes na competição nacional

Ralf é uma espécie de unanimidade no meio-campo corintiano. Não é por acaso. Contratado junto ao Grêmio Barueri (atual Grêmio Prudente), o volante virou peça-chave no esquema tático do time de Mano Menezes. Prova dessa importância pode ser notada no Campeonato Brasileiro. Ele é o principal marcador. Após sete rodadas, tornou-se o “maior ladrão” da competição. E sem fazer muitas faltas.

De acordo com o Datafolha, Ralf tem média de 24,1 desarmes por partida. Aliás, atuou em todos os jogos na atual edição da Série A. Um dos exemplos de sua eficiência ocorreu diante do Santos. Tinha pela frente o meia Paulo Henrique Ganso, destaque da atual temporada. O corintiano anulou o rival, que teve poucas chances, realizou 21 desarmes e ainda anotou seu gol.

No entanto, Ralf vai na contramão da maioria dos jogadores de sua posição. O primeiro volante não abusa das faltas. Tem uma média inferior a duas (1,7) por partida. Para se ter ideia, não cometeu nenhuma nos dois primeiros jogos do Nacional (Atlético-PR e Grêmio). Como comparação, Michel (Ceará) é o jogador que fez mais faltas na atual edição da Série A --4,7 por jogo.

Com esse desempenho, jamais teve sua condição de titular contestada por Mano Menezes e ofuscou atletas consagrados como Marcelo Mattos e Edu, que, em muitos jogos, sequer foram relacionados e não devem continuar na equipe no segundo semestre. “Tento fazer o meu melhor a cada dia. Sabia que seria bem complicado. Mas entrei e pretendo não sair tão rápido”, disse, recentemente.

Mas o bom momento com a camisa corintiana não se limita à marcação. Neste início de Campeonato Brasileiro, Ralf é o melhor da equipe de Parque São Jorge no fundamento de “eficiência de passes”. Ele tem média de 63,5% por jogo, segundo levantamento feito pelo Datafolha.

Além disso, já tem dois gols pela equipe na competição nacional, superior, por exemplo, ao dos atacantes Dentinho (nenhum) e Ronaldo (um). "O Mano Menezes sempre me deu a liberdade para atacar e muita confiança para avançar", salientou. Diante disso, começa ter seu nome sondado para deixar o clube, assim como os outros volantes Elias e Jucilei.

No entanto, já deixou claro que não está disposto a sair tão cedo do Corinthians. “Para falar bem a verdade, não penso em Europa agora. Quero respeitar o meu contrato de três anos com o Corinthians e renovar por mais três anos. Quero fazer história no time”, acrescentou o volante.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host