UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
12/06/2010 - 07h01

Wesley confirma assédio do Werder Bremen e teme perder decisão da Copa do BR

Do UOL Esporte
Em Santos (SP)
  • Wesley é um dos pupilos de Dorival Júnior. O treinador o escalou como titular em 33, dos 39 jogos realizados na temporada

    Wesley é um dos pupilos de Dorival Júnior. O treinador o escalou como titular em 33, dos 39 jogos realizados na temporada

Considerado um dos jogadores mais regulares do elenco santista, Wesley atraiu o interesse europeu e passou a ser alvo frequente de sondagens. A maior delas é a do Werder Bremen, da Alemanha. O Santos garante que não recebeu nenhuma oferta pelo jogador, porém o meia está ciente de que ela deve ser realizada.

Representantes do clube alemão estiveram no último domingo, na Vila Belmiro, para acompanhar o desempenho do jogador na partida contra o Vasco. O santista entregou o caso para o seu empresário, Roberto de Almeida, e garante que não conversou particularmente com os olheiros.

“As especulações sempre existiram, só que dessa vez é uma coisa mais quente. Estou tranquilo, e vou deixar para meu procurador e o clube resolverem”, disse Wesley, em entrevista à rádio Cultura de Santos.

A versatilidade do santista, constantemente utilizado como volante por Dorival Júnior chamou a atenção do clube alemão. O Santos, no entanto, dificulta a saída do atleta, impondo valores mínimos para a negociação.

O SANTOS NO TWITTER

O alvinegro tem 35% dos direitos econômicos de Wesley. Por essa parte, o clube exige 5 milhões de euros (cerca de R$ 11 millhões). O jogador ainda possuí 25% dos direitos, enquanto o Grupo DIS e o seu empresário, Roberto de Almeida, tem outros 20% cada.

Mesmo com a imposição, a proposta por Wesley é aguardada. É aí que entra o temor do jogador. A possibilidade de o Werder Bremen exigir sua apresentação no fim de julho, mês em que o elenco retorna das férias, é grande. Desta forma, o santista estaria de fora das finais da Copa do Brasil contra o Vitória. O primeiro jogo acontece no dia 28 de julho.

“Caso eu seja negociado, ao menos vou dar minha opinião, pois eu quero participar das duas partidas. Claro que reconheço a dificuldade de um outro clube aceitar isso, mas tenho que me posicionar”, comentou Wesley, dando fortes indícios de que será negociado.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host