UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
16/07/2010 - 19h42

Jogadores dizem que Atlético-MG ficou mais veloz após intertemporada

Gustavo Andrade
Em Vespasiano (MG)
  • Neto Berola diz treinos deixaram Atlético-MG mais veloz

    Neto Berola diz treinos deixaram Atlético-MG mais veloz

No retorno do Campeonato Brasileiro após a paralisação para a Copa do Mundo, o Atlético-MG conseguiu quebrar uma sequência de quatro derrotas e venceu o Atlético-GO por 3 a 2 na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Para os jogadores atleticanos, a principal modificação de postura da equipe no Brasileirão foi no ritmo de jogo.

 

O lateral-esquerdo Leandro destacou que a equipe ganhou velocidade. “O Vanderlei sempre gosta de equipe veloz. A equipe voltou bastante diferente do primeiro semestre. A equipe cadenciava bastante no primeiro semestre e agora está muito veloz. Isso pôde ser visto no jogo de contra o Atlético-GO. Trabalhamos muito a parte física para que a gente tenha jogadores velozes”, afirmou.

 

Uma das novidades de Vanderlei Luxemburgo para o retorno do Brasileirão, o atacante Neto Berola atribuiu o ganho de velocidade da equipe ao trabalho da intertemporada. “No treinamento na intertemporada nos ajudou muito, foi muito trabalho de força e velocidade para que pudéssemos reproduzir dentro de campo. Foi proveitoso para o jogo contra o Atlético-GO”, observou.

 

Em relação à equipe que foi derrotada pelo Ceará por 1 a 0 no Mineirão, na última rodada antes da paralisação para a disputa da Copa do Mundo, Vanderlei Luxemburgo alterou a formação tática e cinco jogadores. O treinador optou pelo esquema 4-3-3 em vez do 3-5-2.

 

Na derrota para o Ceará, o Atlético iniciou a partida com Aranha; Werley, Jairo Campos e Lima; Coelho, Rafael Jataí, Diego Macedo, Ricardinho e Leandro; Diego Tardelli e Muriqui. Na vitória sobre o Atlético-GO, a equipe titular foi formada por Fábio Costa, Diego Macedo, Jairo Campos, Werley e Leandro; Zé Luís, Serginho e Ricardinho; Neto Berola, Ricardo Bueno e Diego Tardelli.

 

Para Leandro, o período de intertemporada foi fundamental para que a equipe conseguisse atingir o nível de competitividade que marca o Brasileirão. Depois de a equipe deixar a zona de rebaixamento, o lateral espera que o Atlético seja capaz de chegar às primeiras colocações.

 

“O Brasileiro é uma competição muito disputada. A parada foi fundamental para nós devido ao momento que estávamos na competição. Trabalhamos forte na intertemporada, até mais que na pré-temporada. Nós sabíamos da obrigação de vitória na quarta-feira, foi um objetivo alcançado, mas está tudo nivelado. É uma competição bastante disputada e o objetivo está longe de ser alcançado”, observou.

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host