UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
16/07/2010 - 11h33

Marcelo Lomba diz que não vai dar chance aos goleiros reservas do Fla

Marlos Bittencourt
No Rio de Janeiro

A oportunidade dada a Marcelo Lomba após a saída do goleiro Bruno parece ter sido agarrada literalmente. O goleiro deixou bem claro que não vai dar brecha alguma para os concorrentes Vinícius, Paulo Victor e Diego Lima.

“Se me deixarem, vou jogar o campeonato inteiro. Sei que a competição é muito difícil, mas acho que, jogo a jogo, vou conquistando a confiança do técnico Rogério Lourenço e do torcedor”, avisou.

Atual titular, o goleiro disse que, além de Rogério Lourenço, outros três jogadores tiveram participação fundamental nesta sua estreia como número um, apesar de usar a camisa 29: Leonardo Moura, Petkovic e Ronaldo Angelim.

“Eles conversaram comigo e me ensinaram muito. Léo, Pet e Angelim são experientes e me deram confiança para este nova jornada na minha vida. Tenho um ditado que costumo usar: quanto mais trabalho, mais sorte tenho. Acredito nisso”, afirmou.

Apesar do problema envolvendo Bruno, Marcelo Lomba diz ter aprendido muito com o goleiro. Porém, ele quer se espelhar mesmo em Taffarel, campeão do mundo em 1994 pelo Brasil, e Júlio César, atual titular da seleção e também da Internazionale de Milão, da Itália.

“Com Bruno aprendi a repor a bola e a sair do gol, mas admiro mesmo Taffarel, pela simplicidade, e Júlio César, por ser rubro-negro e ídolo do Flamengo. Vou me espelhar neles”, encerrou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host