UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
16/07/2010 - 12h19

Parceiro de Sanchez, Bobadilla chega pregando amizade na disputa pelo gol

Renan Prates
Em São Paulo
  • Aldo Bobadilla, jogador da seleção do Paraguai, é novo reforço do Corinthians e amigo do presidente

    Aldo Bobadilla, jogador da seleção do Paraguai, é novo reforço do Corinthians e amigo do presidente

Após ficar preso no transito, o goleiro paraguaio Aldo Bobadilla foi apresentado nesta sexta-feira no Parque São Jorge. O jogador disse que é conhecido de longa data do presidente Andrés Sanchez, que foi quem negociou a sua vinda durante a Copa do Mundo da África do Sul.

Bobadilla prega uma disputa sadia pela titularidade no gol do Corinthians. Prova disso é que o paraguaio fez elogios à atuação de Júlio César no empate sem gols com o Ceará.

“Estou feliz porque o Júlio fez um jogo muito bom e conseguimos um ponto importante fora. Desejo sempre o melhor para quem vai jogar. Temos goleiros bons aqui, vai ser uma briga difícil. Cada um vai brigar pelo seu, mas fora de campo seremos amigos”, afirmou o novo goleiro corintiano.

O goleiro paraguaio foi apresentado pelo diretor de futebol do Corinthians, Mario Gobbi, que ressaltou que o seu nome foi consenso na comissão técnica desde a confirmação de que Felipe queria ser negociado.

“Posso falar como torcedor. Vi os jogos do Corinthians contra o Independiente e fui perguntar ao Mano quem era esse goleiro, porque eu o achei muito bom”, lembrou o dirigente sobre as partidas do Corinthians pela Copa Libertadores deste ano contra o Independiente Medellín, ex-clube do goleiro.

Bobadilla disse que vem treinando e só parou na ultima semana para resolver a sua vinda para o Corinthians, mas o goleiro acredita que terá condições quando for liberado pela CBF. Por ser um jogador vindo do exterior, o paraguaio precisa aguardar pela abertura da janela de transferências internacionais, que começa no dia 3 de agosto, para ser inscrito pelo clube.

“Estou bem. Vinha treinando até resolver a minha vinda para cá. Fiquei uma semana sem treino, mas acredito que duas semanas é tempo suficiente para ter boas condições de jogo”, completou o goleiro Bobadilla.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host