UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
19/07/2010 - 07h01

Inter encara jogo com Atlético-MG como prova de fogo da retomada

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

Um adversário pressionado, jogando em casa e com tradição. O cenário induz o Internacional a esperar o seu maior teste desde o retorno do Campeonato Brasileiro. E ele se dará diante do Atlético-MG, na quarta-feira, às 19h30min. O técnico Celso Roth reconhece este fato e vê como positivo para a preparação da Libertadores o embate com os mineiros.

“O Atlético vem em uma situação difícil e precisa fazer pontos. Será um jogo alucinante, em um campo menor. O campo lá tem toda uma diferença do Mineirão. Será um jogo de muita marcação e disposição. Eles vão procurar o resultado de todas as formas”, anunciou o treinador.

Até agora, depois da Copa, o Inter jogou contra Guarani e Ceará. Equipes sem a mesma tradição do Atlético-MG. Igualmente desprovidas de estrutura, jogadores qualificados e treinador forte como é o caso do rival do meio da semana. Tudo isso leva a crer, do lado vermelho, que o jogo é, sim, uma prova as ideias de Roth no Beira-Rio.

“Tínhamos que fazer os seis pontos, mas o confronto de duas equipes com estrutura, onde uma vai sair para atacar, vai ser muito importante. Vai ser uma disputa muito boa”, comentou o treinador.

Exatamente por este caráter que Celso Roth não pensa em preservar jogadores em Sete Lagoas. Algo, porém, que não deve ser mantido para o final de semana contra o Flamengo, em casa.

INTERNACIONAL NO TWITTER

“Temos alguns jogadores com cartões, então para o próximo jogo não vamos, a principio, modificar”, revelou. “O jogo com o Atlético, como eu já disse, vai ser muito bom, poderemos nos testar e temos boas soluções para quando somos atacados. Com o Flamengo vamos analisar e ver o que fazer”, completou, indicando a possibilidade preservação de titulares.

O motivo é simples: a proximidade com o jogo diante do São Paulo, pelas semifinais da Copa Libertadores. A partida com os cariocas ocorre no domingo e o embate com os paulistas é na quarta-feira seguinte.

O capitão Guiñazu, ausente dos dois jogos anteriores, deverá retornar ao time. "O Guiñazu deve estar inserido. Estamos próximos do jogo com o São Paulo", comentou Roth.

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host