UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
19/07/2010 - 19h27

Palmeiras afirma que 'fumaça amiga' acabou atrapalhando time contra o Avaí

Thales Calipo
Em São Paulo

Logo após o segundo gol do Palmeiras na partida contra o Avaí, aos 18min do segundo tempo, a torcida alviverde ficou animada com o empate conquistado até então pelo time e acendeu sinalizadores nas arquibancadas. Porém, assim como acontece em guerras, quando combatentes são atingidos por acidente pelo “fogo amigo”, os palmeirenses lamentaram a “fumaça amiga” do seu torcedor.

Diante do nevoeiro causado pelos sinalizadores, a partida teve de ser parada pelo árbitro Leonardo Gaciba. Quase sete minutos depois, a bola voltou a rolar, mas o embalo palmeirense por ter marcado o segundo gol diminuiu muito, como admitiu o meio-campista Marcos Assunção, nesta segunda-feira.

“Deu uma atrapalhada, mas não sei se foi o fator principal [da derrota]. Não quero dizer que a fumaça fez a gente perder o jogo”, disse o palmeirense, que ainda explicou como a parada afetou o desempenho do time diante do Avaí.

“Estava frio, e ficamos parados, conversando. Queira ou não, acabamos perdendo um pouco da concentração. Não voltamos com a mesma tensão de quando retornamos para o segundo tempo”, afirmou Marcos Assunção.

Apesar do problema ocasionado pela sua própria torcida, o jogador alviverde preferiu absolver os palmeirenses que estiveram no estádio da Ressacada, no último domingo.

“Pela felicidade do gol e pelo empate aconteceu isso, mas esperamos que a torcida fique alegre quando estivermos bem, mas que também aplauda quando o time for mal”, completou Assunção.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host