UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Folha Imagem

Em 5 jogos, Defederico não acertou nenhum chute à meta. Mano preserva jovem

20/07/2010 - 07h00

Promessa de R$ 7 milhões, Defederico busca primeiro chute certo a gol no BR

Bruno Thadeu
Em São Paulo

Matias Defederico, 20, chegou ao Corinthians no ano passado com o rótulo de “novo Messi”. Para tirar o meia-atacante do Huracán, a equipe paulista pagou US$ 4 milhões (R$ 7,1 milhões). A expectativa no clube era que a promessa Defederico estourasse a curto prazo. O plano, porém, ainda não vingou.

BRUNO CÉSAR: ADAPTAÇÃO METEÓRICA

  • Almeida Rocha/Folha Imagem

    Contratado após se destacar no vice-campeonato do Santo André no Paulistão, Bruno César não precisou de muito tempo para se firmar no Corinthians. Em seu primeiro toque na bola como atleta alvinegro, o meia marcou (no empate contra o Grêmio Prudente).

    Em 6 jogos disputados no Nacional, Bruno César soma 4 gols marcados, com 3 vitórias e 3 empates.

A irregularidade de Defederico é medida em números. Em cinco jogos disputados por ele neste Campeonato Brasileiro, o argentino não acertou nenhum chute certo ao gol, conforme levantamento feito pelo Datafolha.

Nas suas únicas duas tentativas, as duas foram para fora (uma contra o Grêmio Prudente e outra contra o Ceará). Nestes cinco jogos, Defederico alternou como titular e reserva, somando 199 minutos dentro de campo (equivalente a duas partidas e mais 19 minutos).

Em 27 jogos com a camisa corintiana, ele marcou duas vezes.

A inoperância ofensiva tem custado caro para o meia-atacante. Visto no Corinthians como um jogador “a ser lapidado”, Defederico perdeu espaço para outros jogadores de frente.

Titular no empate do Corinthians contra o Ceará, Defederico foi substituído no segundo tempo. No jogo seguinte, no triunfo diante do Atlético-MG, 1 a 0, domingo, no Pacaembu, ele passou a partida assistindo do banco de reservas.

Para a partida contra o Atlético-GO, quarta, às 21h50, em Goiânia, Defederico concorre com Iarley e William Morais a uma vaga no ataque; Jorge Henrique cumpre suspensão. Contratado, o atacante Gilmar deve estrear somente em agosto.

Cobiçado pelo River Plate, Defederico demonstra interesse em atuar em uma equipe em que ele possa “ter sequência”. O Corinthians rejeita qualquer possibilidade de transação e mantém o discurso de que segue acreditando na sua evolução.

Apesar de ainda não ter se ambientado ao futebol brasileiro, Defederico tem sido preservado por Mano Menezes. O treinador regularmente para atividades para orientar o jovem canhoto, dando instruções de posicionamento e de marcação.

“Eu confio no Defederico. Todos gostariam de jogar, mas ele terá sua hora”, frisa Mano.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host