UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Joel Silva/Folhapress

Com 100% dos pontos no Pacaembu, Corinthians recupera a liderança do Nacional

25/07/2010 - 20h26

Com volta olímpica, Mano dá adeus do Corinthians com vitória e liderança

Bruno Thadeu
Em São Paulo

Mano Menezes se despediu do Corinthians em grande estilo: festa (com direito a volta olímpica), vitória de 3 a 1 sobre o Guarani e liderança do Campeonato Brasileiro. No Pacaembu lotado, o treinador recebeu o apoio da torcida e, após o apito final, foi carregado nos braços pelos jogadores.

Motivos para comemorar não faltaram. Além dos três pontos (já são 24 em 11 jogos), o resultado, somado ao empate de 1 a 1 do Fluminense com o Botafogo, recolocou a equipe na liderança do Campeonato Brasileiro. Com dois gols, Bruno César novamente foi o destaque corintiano. Agora o time contabiliza oito vitórias no Pacaembu nas últimas oito partidas disputadas no estádio.

Mano Menezes passa a se preocupar exclusivamente com a seleção brasileira. Nesta segunda, o treinador fará às 16h no Rio de Janeiro a sua primeira convocação para a equipe nacional. Já o Corinthians conhecerá o trabalho do seu novo técnico na terça-feira, data marcada para a apresentação de Adilson Batista.

Com 185 jogos à frente do Corinthians, Mano deixa o clube com três títulos conquistados: Série B (em 2008), Paulistão e Copa do Brasil. Sua apresentação na CBF acontece na segunda. Já Adilson Batista assume oficialmente o Corinthians na terça-feira, no Parque São Jorge.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
1 min GOOL DO CORINTHIANS - Bruno César cobra escanteio. Jorge Henrique desvia
19 minXavier recebe dentro da área, mas chuta sem força
SEGUNDO TEMPO
11min - Ricardo Xavier dividiu com o goleiro Julio Cesar na área. Alessandro tira de cabeça
18 min GOOOL DO GUARANI - Baiano lança Mazola, que em velocidade chutra no canto de Julio Cesar
32 min GOOL DO CORINTHIANS - Bruno César cobra falta com perfeição
39 min GOOL DO CORINTHIANS - Roberto Carlos cruza. Bola corta a área. Bruno César se atira para cabecear

Os holofotes neste domingo estavam todos voltados a Mano, que protagonizou cena inusitada antes do jogo. A tradicional foto dos 11 jogadores próxima à lateral foi ignorada por quase todos os fotógrafos, que a poucos metros dali se aglomeravam no banco do Corinthians para registrar todas as reações do treinador.

Em seu último jogo à frente do Corinthians, Mano decidiu mudar a postura tática, alegando que o time estava “torto” pela esquerda, com dois canhotos na meia. Diante do Guarani, Jucilei e Paulinho ganharam vagas entre os titulares, tirando Danilo e Ralf.

A receita que levou o Corinthians às primeiras posições do Brasileiro foi mantida: controle de bola em excesso para inibir avanço do rival, intensa movimentação de Jorge Henrique, ataques pontuais e precisão nos passes de Bruno César.

O Corinthians não esperou muito para abrir vantagem sobre o Guarani. Logo no primeiro minuto de jogo, Bruno César cobrou escanteio e Jorge Henrique desviou, anotando o gol no Pacaembu. Pelo lado esquerdo, o time alvinegro chegava à área bugrina. O último toque, porém, não saía.

Comedido na etapa inicial, o Guarani incomodou pouco o Corinthians, recorrendo basicamente aos contragolpes. Ricardo Xavier e Mazola desperdiçaram boas oportunidades na primeira etapa.

O Corinthians voltou sonolento no segundo tempo. Cheio de toques para o lado sem qualquer objetividade e segurando vantagem pela diferença mínima. O Guarani, por sua vez, seguia tentando invadir a área alvinegra.

Em jogada de velocidade, a equipe de Campinas chegou ao empate, aos 18 min do segundo tempo. Mazola recebeu lançamento de Baiano e chutou no canto direito de Julio Cesar. Na saída de bola, o Corinthians perdeu Dentinho, que tentou acertar cotovelada em Mário Lúcio. Minutos depois o Guarani igualou o Corinthians em número de atletas. Aílson também foi advertido com cartão vermelho.

OPINIÃO DO BLOGUEIRO

Mano Menezes deu uma volta olímpica e foi freneticamente aplaudido por 30 mil torcedores no Pacaembu

 

Muito mais na inspiração do que propriamente na organização tática, o Corinthians desempatou com Bruno César, em bela cobrança de falta, aos 32 min do segundo tempo. Depois, seguiu-se um roteiro típico corintiano: entrega a cada lance, emoções fortes e torcida jogando junta.

A Fiel foi à loucura nos minutos finais de jogo quando o sistema de som anunciou gol de empate do Botafogo, que devolvia o Corinthians à liderança do Brasileirão. Para completar a festa alvinegra, Bruno César fez mais um, desta vez de cabeça, aproveitando cruzamento de Roberto Carlos.

Após a partida, Mano Menezes deixou o banco de reservas para dar uma volta olímpica no gramado. Os jogadores do Corinthians ergueram o treinador, para delírio dos corintianos.

CORINTHIANS 3 X 1 GUARANI

Corinthians
Julio Cesar; Alessandro, William, Paulo André e Roberto Carlos; Elias (Boquita), Paulinho (Ralf), Jucilei e Bruno César (Danilo); Dentinho e Jorge Henrique
Técnico: Mano Menezes

Guarani
Douglas, Rodrigo Heffner, Aílson, Rodrigão e Márcio Careca, Renan, Paulo Roberto, Baiano (Geovane) e Mário Lúcio (Heverton); Mazola e Ricardo Xavier (Diogo)
Técnico: Vagner Mancini

Data: 25/07/2010 (domingo)
Local: estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Rodrigo Ferreira do Amaral (SP)
Auxiliares: João Bourgalber Nobre Chaves e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Rodrigão, Paulo Roberto, Mário Lúcio, Rodrigo Heffner (GUA), Bruno César, Roberto Carlos (COR)
Cartões vermelhos: Dentinho (COR), Aílson (GUA)
Gols: Jorge Henrique, a 1min do primeiro tempo, Mazola aos 18min do segundo tempo, Bruno César, aos 32 min e aos 39 min do segundo tempo

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host