UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
25/07/2010 - 18h47

Novo garoto-propaganda do Botafogo, Maicosuel chega com a 7 de Garrincha

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Maicosuel beija o brasão do Bota ao ser apresentado antes do clássico contra o Fluminense

    Maicosuel beija o brasão do Bota ao ser apresentado antes do clássico contra o Fluminense

O Botafogo apresentou neste domingo o jogador Maicosuel, que já esteve no clube em 2009. O meio-campo chega como uma das esperanças da equipe para sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Apelidado de Mago, Maicosuel é o mais novo garoto-propaganda do clube e ganhou uma linha de produtos nas cores do time alvinegro. Além disso, o atleta vestirá a camisa 7, eternizada por Garrincha, mas diz não temer a responsabilidade.

“Para mim é normal. Surreal é o esforço do clube. Encaro a responsabilidade como a de jogar. Sei que se for bem serei recompensado da melhor forma possível. Se os torcedores pediram é porque confiam em mim. Esse grupo do Botafogo é fantástico, de homens e vai me ajudar muito. Estou muito contente porque não há estrelismo, me receberam como o Maicosuel, humilde, da mesma forma do ano passado”, destacou o atleta.

“Não tem como explicar a identificação, o que se passou. Mas posso dizer que sou um cara muito lisonjeado por essa homenagem. Usar a camisa 7, a mais valiosa do mundo, me faz muito contente”, acrescentou.

No ano passado, em maio, o jogador foi transferido para o Hoffenheim da Alemanha por mais de R$ 12 milhões. No entanto, o meio-campo não teve uma boa adaptação e optou pelo retorno ao Brasil.

“Não posso dizer que estou arrependido de ter saído, pois não estaria passando pelo que estou passando agora. Ninguém queria que eu saísse, mas aconteceu. Foi um aprendizado. Estou muito feliz, de coração, por estar perto da minha família de novo. Aqui aprendi a amar e a respeitar o clube”, declarou Maicosuel.

Apesar da má campanha do Botafogo no Brasileiro (duas vitórias, cinco empates e três derrotas), Maicosuel acredita que o time já mudou de rendimento e está cada vez melhor. “Se não vislumbrasse a possibilidade de título não estaria aqui hoje. O time está jogando bem, está faltando o detalhe de ganhar um jogo e pegar o ritmo de jogo de novo. O poder de reação contra o Palmeiras foi fantástico. Estou tranquilo, porque sei que as coisas vão mudar. O grupo é forte, o Joel é um paizão, sei que em breve vão se preocupar com o Botafogo de novo”, afirmou.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host