UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Jefferson Bernardes/Vipcomm

Taison comemora gol marcado contra o Flamengo, no Beira-Rio

25/07/2010 - 17h57

Time misto do Inter vence Flamengo e Roth segue 100% no Brasileirão

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

Celso Roth segue empilhando vitórias no Inter. Desta vez o clube gaúcho venceu o Flamengo, por 1 a 0, no Beira-Rio. A atração era Rafael Sóbis, ídolo do clube, que fazia sua reestreia com a camisa vermelha, mas quem roubou a cena foi Taison. O atacante marcou o único gol dos donos da casa no começo da partida e garantiu os três pontos. O placar confirma a quarta vitória seguida dos gaúchos no Campeonato Brasileiro depois do recesso para Copa do Mundo.

Com o resultado, o Internacional chega aos 19 pontos e se aproxima da ponta de cima da tabela. O Flamengo segue com seu 16 e se distancia dos lideres. Na próxima rodada, o clube gaúcho encara o rival Grêmio, dentro de casa. Já o Flamengo pega o Vasco.

Antes, porém, o time de Celso Roth tem o primeiro jogo da semifinal da Copa Libertadores contra o São Paulo, quarta-feira, às 21h50min, no estádio Beira-Rio.

Começo elétrico

O time misto do Inter conseguiu, logo de cara, a vantagem no placar do Beira-Rio com Taison. O atacante teve espaço para bater no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba, aos cinco minutos. Pouco antes, Rômulo havia cabeceado uma bola no travessão de Renan.

O marcador precoce alterou a dinâmica da partida. O 4-5-1 marcador do Inter, contando com cinco campeões da Libertadores de 2006 (Renan, Índio, Fabiano Eller, Tinga e Rafael Sóbis), acuava um Flamengo pouco criativo. As chances cariocas vinham nas bolas paradas. Jean, aos 12, e Ronaldo Angelim, já nos acréscimos. A dupla sempre conseguiu se sair melhor na disputa pelo alto, mas pecava na conclusão contra Renan. O goleiro fazia a reestreia e não comprometeu, mostrando segurança e bom ritmo de jogo.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
4 min – Escanteio cobrado da direita e Rômulo cabeceia e bola explode no travessão.
5 min – GOOOL DO INTER! Taison avança e bate no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba!
12 min – Petkovic cobra falta e Jean cabeceia, livre, para fora.
26 min – Marcelo Lomba fura em bola, Everton rouba, mas não acerta drible.
32 min – Sóbis chuta cruzado, bola bate em zagueiros e quase entra no contra-pé de Lomba.
37 min – Taison parte para cima da zaga e, com espaço, bate rasteiro saindo rente a trave direita.
45 min – Sóbis recebe de Everton e arrisca de fora da área para defesa segura de Lomba.
SEGUNDO TEMPO
5 min – Rafael Sóbis avança pela direita e bate por cima do goleiro. Bola toca no travessão.
22 min – Pet cobra escanteio, Everton fura e Renan se atrapalha, mas tira bola quase de dentro do gol.
33 min – Giuliano acha espaço na zaga do Flamengo e tenta o canto esquerdo, mas a bola é desviada para escanteio.

Melhor em campo, o Internacional teve chances para ampliar com Taison e Rafael Sóbis, mas parou no goleiro adversário ou pecou na pontaria. O lance mais estranho do jogo envolveu Marcelo Lomba. O goleiro do Flamengo furou em bola depois de um recuo e perdeu o lance para Everton. O atacante do Inter, quase dentro do gol, não foi capaz de driblar Lomba.

“O Inter foi bem superior, só chegamos em bolas paradas”, admitiu Angelim, na saída de campo. “Taticamente estamos bem, mas precisamos fazer o segundo. O Flamengo é perigoso”, alertava Tinga, capitão do Internacional.

Flamengo melhora, mas não marca

Após o intervalo, o time do Flamengo partiu para o ataque, depois das entradas de Val Baiano e Marquinhos. Porém, o caminho para chegar ao gol do Inter continuava sendo a bola parada. Petkovic e Léo Moura bateram mal duas faltas na parte frontal do gol de Renan com menos de 10 minutos. A resposta vermelha veio com Sóbis chutando no travessão.

Mas o ritmo caiu, de forma abrupta. Tanto cariocas quanto gaúchos investiram muito mais a troca de passes. Rafael Sóbis e Everton não levaram mais perigo a defesa do Flamengo. Os comandados de Rogério Lourenço quase empataram aos 22 minutos, quando a zaga do Inter se atrapalhou e Renan tirou a bola quase de dentro do gol.

A partir dali, Celso Roth começou a mexer na equipe. Primeiro, sacou Taison – destaque pela vontade, e Rafael Sóbis, esperança dos colorados na Libertadores. Entraram, respectivamente, Andrezinho e Giuliano.

Os minutos finais não apresentaram nenhuma mudança no cenário. Bola parada do Flamengo, sem conclusão, e Inter veloz nos contra-ataques.

OPINIÃO DO BLOGUEIRO

Mesmo com a cabeça na Libertadores, Inter está impecável sob o comando de Celso Roth.

O Inter volta a campo no meio de semana, pela Libertadores. Todos os ingressos para o jogo com o São Paulo, no Beira-Rio, já foram vendidos.

INTERNACIONAL 1 X 0 FLAMENGO

Internacional
Renan; Daniel, Índio, Fabiano Eller e Juan; W. Matias, Guiñazu, Tinga (Derley), Taison (Andrezinho) e Rafael Sóbis (Giuliano); Everton
Técnico: Celso Roth

Flamengo
Marcelo Lomba; Léo Moura, Jean, Ronaldo Angelim e Juan. Rômulo (Marquinhos), Willians, Corrêa e Petkovic. Vinicius Pacheco (Cristian Borja) e Diego Mauricio (Val Baiano)
Técnico: Rogério Lourenço

Data: 25/07/2010 (domingo)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Árbitro: Wilson Luiz Seneme
Auxiliares: Ednílson Corona e Emerson Augusto de Carvalho
Público: 25.002
Renda: R$ 357.265,00
Cartões amarelos: Jean (FLA), Taison (INT), Vinicius Pacheco (FLA), Daniel (INT), Tinga (INT), Juan (INT), Giuliano (INT)
Gols: Taison, aos 5 minutos do primeiro tempo;
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host