UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
01/08/2010 - 20h57

Após empate diante do Fla, Prass diz que fez defesas mais difíceis da carreira

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro

Fernando Prass foi um dos principais responsáveis para o clássico Flamengo e Vasco realizado neste domingo, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, terminar empatado em 0 a 0. O goleiro cruzmaltino fez defesas importantes, principalmente nos minutos finais da partida e impediu que suan equipe deixasse o campo com a derrota.

O lance que mais chamou a atenção ocorreu aos 41 minutos do segundo tempo. No lance, Vinícius Pacheco, Cristian Borja e Juan tiveram suas chances, mas o goleiro demonstrou reflexo. Em sua visão, as defesas foram as mais difíceis de sua carreira.

“Foram as defesas mais difíceis da minha carreira. Até porque, nunca tinha precisado fazer três intervenções no mesmo lance. Eu tive um pouco de sorte porque se no primeiro lance o atacante deles batesse de primeiro acho que não pegaria. Na segunda jogada, foi mais difícil para eu me posicionar. O lance do Juan foi menos complicado porque precisei fechar o ângulo”, afirmou Prass.

Além de impedir o gol nesse lance, ele ainda não deixou Petkovic marcar em uma cobrança de falta no último lance da partida. O gringo bateu com categoria e ele foi buscar a bola no ângulo. O arqueiro lembrou que a noite foi dos goleiros.

“Acho que os goleiros impediram que o placar saísse do 0 a 0 Acho que nossa equipe teve chances de marcar. Porém, em algumas noites os goleiros acabam se destacando. Em outros são os atacantes”, analisou.

O zagueiro Fernando acredita que o resultado foi justo. Em sua visão, o jogo como um todo foi equilibrado. Ele acabou atuando essa noite porque Titi foi vetado pelo departamento médico.

“Acho que o jogo foi igual. Infelizmente, alguns jogadores do nosso lado estavam sem ritmo de jogo. Acho que o primeiro tempo foi nosso e o segundo acabou sendo mais equilibrado”, encerrou.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host