UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
01/08/2010 - 07h01

Atlético-MG quer vitória no clássico para impulsionar reação no Brasileiro

Bernardo Lacerda
Em Vespasiano (MG)
  • Diego Tardelli considera importante a vitória no clássico para Atlético reagir no Brasileiro

    Diego Tardelli considera importante a vitória no clássico para Atlético reagir no Brasileiro

Em situação complicada no Campeonato Brasileiro, na zona de rebaixamento e sem vencer há três rodadas, o Atlético-MG quer utilizar a partida contra o maior rival, Cruzeiro, neste domingo, às 18h30, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, para impulsionar uma nova campanha no restante da competição.

“No momento que estamos vivendo no Campeonato Brasileiro o clássico será um jogo muito importante para a gente poder dar uma arrancada na competição, sabemos que será um jogo difícil, mas se Deus quiser, se a gente conseguir a vitória será muito importante”, disse o volante Serginho que poderá voltar a enfrentar o rival depois de se recuperar de lesões que o tiraram dos clássicos do ano passado e do primeiro semestre deste ano.

Para reagir no Brasileirão, os jogadores atleticanos reconhecem que uma vitória diante do maior rival será de fundamental importância. “Se a gente vencer tenho certeza que vamos ganhar um ânimo maior para dar sequência na competição, sendo que mais seis, sete pontos nos deixarão em uma situação boa na tabela”, observou o atacante Diego Tardelli.

O jogador reconhece, no entanto, que derrota em clássicos é sempre complicado. “Em clássico, em caso de vitória, você ganha ânimo, mas em caso de derrota, derruba treinador, jogador não renova contrato, acontece um monte de coisas. Vencer clássico é muito importante, a gente mais do que nunca quer a vitória, por jogar em casa e por estar precisando vencer”, acrescentou Tardelli.

O Atlético somou apenas 10 pontos em 33 possíveis no Brasileiro, o que significa aproveitamento de 30%. O time atleticano não vence há três jogos, período em que conquistou apenas um ponto, no empate do último final de semana diante do Avaí, em Florianópolis. Já o Cruzeiro vive situação diferente e com 16 pontos, briga para chegar ao G4.


Serginho reconhece que o momento vivido pelo Atlético é ruim. “Zona de rebaixamento onde estamos no momento é desconforto sim. Sabemos da responsabilidade de defender o Clube Atlético Mineiro. Somos homens, pais de família, mas temos de deixar para lá, com o time que temos, com o plantel não é para rebaixamento, é para disputar lá em cima, então com uma sequência de vitórias a gente vai melhorar”, destacou.

Apesar do início ruim de competição e da situação complicada enfrentada pelo clube alvinegro, o técnico Vanderlei Luxemburgo mantém o discurso de que o clube não se preocupa com a zona de rebaixamento e pensa apenas em uma classificação para a Libertadores.

E para isso, o técnico já traçou uma meta para os próximos jogos. “O Atlético precisa ganhar os jogos para chegar em uma zona de classificação da Libertadores, ou então ficar muito próximo dos primeiros colocados, este é o nosso planejamento para ser alcançado. Então, temos este objetivo dentre estes próximos oito jogos”, analisou Luxemburgo.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host