UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Nelson Almeida/UOL

Pierre faz malabarismo cercado pelo meia Bruno César no clássico do Pacaembu

01/08/2010 - 17h55

Com três gols anulados e um irregular, Palmeiras e Corinthians empatam no Pacaembu

Bruno Thadeu e Renan Prates
Em São Paulo

Em jogo inusitado, pois teve três gols anulados e um irregular, Palmeiras e Corinthians fizeram um duelo polêmico e disputado, mas não saíram do empate por 1 a 1 neste domingo no Pacaembu.

O resultado foi ruim para os dois times, pois o Corinthians perdeu a chance de voltar para a liderança da competição e agora é o segundo com 25 pontos. Já o Palmeiras se mantém em posições intermediárias na tabela (décimo primeiro com 15).

Para o técnico Luiz Felipe Scolari o resultado também foi ruim, já que manteve o jejum de vitórias desde que voltou ao Palmeiras (soma três empates e uma derrota).

Para o time alviverde, fica também a lamentação de ter tido três gols anulados (dois com Ewerthon e um com Lincoln) e ter sofrido um de forma irregular (com Jorge Henrique).

O Corinthians começou o jogo muito melhor que o Palmeiras, que iniciou o duelo muito recuado, porém com a defesa bem postada, o que fez com que o time alvinegro tivesse dificuldades de chegar ao gol rival.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
4min - Bruno César cobra falta. Deola se atira para espalmar
16min - Árbitro assinala impedimento e anula gol de Lincoln
21min - GOOOOOL DO CORINTHIANS - Contragolpe fulminante do Corinthians. Jorge Henrique aproveita passe de Bruno César e marca. Ouça na Jovem Pan
33min - GOOOOOL DO PALMEIRAS - Danilo cruza á área. Kleber cabeceia, mas Julio Cesar espalma. No rebote, Edinho dá uma bomba em direção ao gol. Ouça na Jovem Pan
SEGUNDO TEMPO
3min - Ewerthon marca, mas árbitro assinala impedimento
32min - Novamente Ewerthon marca, e novamente é assinalado impedimento
33min - Ewerthon recebe passe de Kleber e chuta. Bola passa perto do gol
36min - Jorge Henrique cobra a falta novamente. A bola chega na área e a defesa do Palmeiras afasta

O esquema armado por Scolari deixou o atacante Kleber muito isolado no setor ofensivo, pois Ewerthon e Lincoln eram obrigados a voltar para marcar. Mas o Gladiador mostrou sua habilidade, fez uma boa jogada e o Palmeiras chegou ao gol com Lincoln, que foi corretamente anulado pela arbitragem.

Os números todos eram favoráveis ao Corinthians, que tinha mais posse de bola, chutava muito mais a gol e ditava o ritmo da partida, sendo premiado em um belo contra-ataque em que Jorge Henrique, em posição irregular, só teve o trabalho de completar para o gol.

Depois do gol, o Palmeiras resolveu sair para o jogo e reclamou muito de dois pênaltis que não foram anotados pelo técnico Paulo César de Oliveira. Cauteloso, o Corinthians passou a apostar nos contra-ataques.

Em jogada inusitada, o Palmeiras chegou ao gol que também foi duvidoso, mas corretamente validado: Edinho, sozinho, encheu a bomba e marcou, tento que inflamou a torcida do time alviverde maioria no Pacaembu (o Corinthians atuou como visitante).

O Palmeiras voltou do intervalo com tudo, impondo uma ‘blitz’ ao Corinthians. Os zagueiros corintianos sofreram com a rapidez do ataque do time alviverde. Ewerthon chegou a marcar, mas a arbitragem anulou corretamente.

O Corinthians sofreu durante quase o jogo todo com um problema: com dificuldade para marcar Kleber, a dupla de zaga recebeu cartão amarelo muito cedo. Chicão, inclusive, poderia ter sido expulso já no primeiro tempo, mas Paulo César de Oliveira relevou.

OPINIÃO DOS ESPECIALISTAS

O empate foi conveniente para todos
Alviverde fica mais perto da vitória
Polêmica e Correria no Empate entre Palmeiras e Corinthians

Os dois treinadores resolveram tirar os dois armadores dos times para tentar a vitória: Adilson sacou Bruno Cesar e colocou Defederico no seu lugar, enquanto Felipão tirou Lincoln para promover a entrada de Tinga.

Mas mesmo com as mudanças, o panorama da partida não mudou: muita correria, disposição, lances de disputa, porém de fraco nível técnico, pois as equipes protagonizaram poucas chances claras de gol.

Felipão e Adilson tentaram gastar todos os cartuchos ao realizarem todas as alterações que têm direito, mas nenhuma delas teve o resultado esperado. Final: 1 a 1, que tirou o 100% do Corinthians no Pacaembu neste Brasileirão.

PALMEIRAS 1 x 1 CORINTHIANS

PALMEIRAS
Deola, Vitor, Danilo, Maurício Ramos e Armero; Pierre, Edinho, Márcio Araújo e Lincoln (Tinga); Ewerthon (Patrick) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CORINTHIANS
Julio Cesar, Alessandro, Chicão, William e Leandro Castan; Ralf, Jucilei, Elias (Paulinho) e Bruno César (Defederico); Iarley (Souza) e Jorge Henrique
Técnico: Adilson Batista

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo
Data: 1º /08/2010, domingo
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP)
Assistentes: Ednilson Corona e Marcelo Van Gasse (SP)
Público: 25.139 espectadores
Renda: R$ 888.586,00
Gols: Jorge Henrique, aos 21 minutos do primeiro tempo, Edinho, aos 33 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Danilo, Márcio Araújo, Pierre, Armero (PAL), Chicão, Bruno César, William, Alessandro, Castan, Jorge Henrique (COR)

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host