UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
01/08/2010 - 22h58

Luxa aprova discussão entre jogadores e condena "time bonzinho"

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Luxa considera normal discussão entre companheiros

    Luxa considera normal discussão entre companheiros

Aos 36 minutos do primeiro tempo do clássico mineiro, na noite deste domingo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, quatro depois de o Cruzeiro marcar o gol com Wellington Paulista, houve uma áspera discussão entre jogadores do Atlético-MG, envolvendo especialmente o atacante Diego Tardelli e o zagueiro Werley. Para o técnico Vanderlei Luxemburgo, a discussão pode ser considerada como um ponto positivo.

“Eu estou há muito tempo no futebol e hoje aconteceu uma coisa que eu não havia visto ainda no meu time: discussão. Não existe time bonzinho, tem de ter discussão mesmo, tem de xingar, falar, orientar”, afirmou Vanderlei Luxemburgo.

O treinador atleticano, no entanto, admite que houve um pouco de excesso na maneira que a discussão foi conduzida. O jogo chegou a ser interrompido, enquanto alguns atleticanos seguravam os companheiros mais exaltados. O árbitro paulista Wilson Luiz Seneme advertiu oralmente Tardelli, que é capitão, e Werley.

“No intervalo falei que tem de ter esta discussão, o que não pode é passar isso para o torcedor da maneira que foi, dentro de campo, tem de falar, time de bonzinho não existe”, enfatizou o treinador atleticano, que mexeu no time no intervalo. Werley não voltou, cedendo vaga ao atacante Obina.

Com essa modificação, Luxemburgo alterou o esquema tático do Atlético-MG do 3-5-2 para o 4-4-2. O técnico admitiu que teve de colocar Obina, apesar de o atacante estar fora de ritmo de jogo.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host