UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Bruno Cantini/site oficial do Atlético-MG

Luxemburgo culpa má sorte por derrota mas crê que fase do clube ainda vai melhorar

01/08/2010 - 21h40

Luxa e Fernandinho culpam o azar pela derrota atleticana no clássico

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

O lateral-esquerdo Fernandinho, estreante em clássicos contra o Cruzeiro, seu ex-clube, com a camisa do Atlético-MG, creditou a derrota do time alvinegro, por 1 a 0, para o principal rival, neste domingo, em Sete Lagoas, à falta de sorte. O experiente jogador seguiu o raciocínio do técnico atleticano, Vanderlei Luxemburgo, que lamentou o azar.

“A manteiga está caindo do lado contrário, está caindo virada de cabeça para baixo, daqui a pouco vai virar para a gente não perder a manteiga. Isso é futebol”, avaliou Luxemburgo, que foi derrotado nos dois clássicos em que comandou o time atleticano contra o Cruzeiro, pelo qual foi campeão da Tríplice Coroa, em 2003.

Segundo ele, o Atlético foi melhor que o Cruzeiro nesses dois jogos – o primeiro foi pela fase de classificação do Mineiro, vencido pelo time celeste, por 3 a 1 –, mas não ganhou o jogo. “Temos que ter tranquilidade, saber o que está fazendo e não temos de reclamar, saber que às vezes a gente joga melhor, mas não ganha. Daqui a pouco essa coisa vira”, afirmou.

Fernandinho fez coro ao treinador. “A nossa equipe fez um bom futebol, tentamos de todas as maneiras vencer, o adversário na oportunidade que teve fez o gol e saiu com a vitória. É coisa de futebol, nós atacamos, chegamos e acabou em um detalhe não fazendo o gol e o adversário saiu com a vitória”, lamentou o jogador, que começou como lateral-esquerdo e depois passou para o meio-campo.

Para Fernandinho, o alvinegro mineiro foi superior ao rival durante os 90 minutos de partida, mas o Cruzeiro foi mais feliz no lance do gol marcado por Wellington Paulista e conseguiu sair com os três pontos.

“A nossa equipe fez um bom jogo, tentou da melhor maneira possível fazer o gol, mas a fase não está muito boa e a bola acabou não entrando, a equipe adversária teve mais sorte e acabou fazendo. É coisa de futebol, nem sempre quem faz o melhor jogo ganha a partida”, disse Fernandinho.

O atleta viu falta de sorte dos jogadores atleticanos nos lances decisivos criados. “Nossa equipe tentou da melhor maneira possível, mas agora quando a fase não está boa à bola não entra, eles tiveram tranquilidade e fizeram o gol, nós dominamos, jogamos bem e não vencemos”, destacou Fernandinho.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host