UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Rubens Cavallari/Folha Imagem

Sem acordo financeiro, Roberto Carlos e Ronaldo ficaram fora do álbum do Brasileiro

03/08/2010 - 14h09

Ronaldo e Roberto Carlos cobram caro e desfalcam álbum do Campeonato Brasileiro

Gustavo Franceschini
Em São Paulo

Os colecionadores fanáticos têm motivos para comemorar e lamentar. Nesta terça-feira, foi lançado o álbum de figurinhas do Campeonato Brasileiro. Pela primeira vez em três anos, os 20 clubes da primeira divisão marcam presença na publicação, bem como os 20 da Série B. No entanto, nem todos os principais jogadores estarão nela. Roberto Carlos e Ronaldo, por exemplo, ficaram fora.

A explicação para a ausência dos dois jogadores do Corinthians está na questão financeira. A Panini, responsável pelo álbum, teve de fazer contratos individuais com todos os atletas retratados na publicação. 

A editora ofereceu um valor fixo a todos os jogadores. Ronaldo e Roberto Carlos, no entanto, não aceitaram o valor oferecido e pediram uma quantia maior. A Panini chegou a fazer uma contraproposta aos dois, mas ainda assim não foi possível entrar em um acordo.

“Todo mundo sai perdendo. Em primeiro lugar, a torcida; clube, Panini e jogadores também perdem, mas nós respeitamos. Cada atleta tem seu patamar de valor”, disse Vilson Manfrinati, chefe da divisão de futebol da editora.

Ronaldo até aparece no livro, mas não como figurinha. O camisa 9 é o "craque" do Corinthians, seção nova do produto que traz, além de uma foto, informações sobre um destaque de cada time.

A explicação está nos direitos de imagem. Como trata-se de um livro ilustrado, a foto e os dados sobre Ronaldo podem ser utilizados a título de informação. No caso dos cromos, em que há comercialização, é preciso autorização expressa do atleta. 

A despeito da ausência das estrelas corintianas, o álbum está atualizado até o dia 26 de julho, exceção feita a jogadores que não fecharam o acordo em tempo hábil. Com isso, nomes como Diego Souza (Atlético-MG), Kleber (Palmeiras) e Felipe (Vasco) foram incluídos.

Os colecionadores, em contrapartida, sentirão a ausência de outros jogadores importantes no álbum, como o meia Valdivia (Palmeiras), o lateral-direito Belletti (Fluminense) e o atacante Ricardo Oliveira (São Paulo). 

Mais que o plantel recheado, os fabricantes comemoram a inclusão de todas as equipes. Desde 2006, a Panini e a Editora Abril publicavam dois álbuns distintos do Campeonato Brasileiro, já que os clubes não tinham acordos com a mesma empresa. 

Desta vez, as duas editoras se uniram e decidiram fazer um álbum único. Com isso, os "dissidentes" Atlético-PR, Botafogo, Corinthians, Flamengo e Santos, contratados da Abril, voltam a ser protagonistas do livro da Panini. 

"O clube decide se assina contrato com uma outra empresa. Para nós é importante ter todos conosco, porque se tiver faltando um único time o álbum já não está completo", disse José Eduardo Severo Martins, presidente da Panini Brasil. 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host