UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
04/08/2010 - 12h07

Em sua 3ª "casa" no Brasileirão, Cruzeiro quer melhorar diante da torcida

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte

No domingo, diante do Grêmio Prudente, às 18h30 (de Brasília), no Ipatingão, o Cruzeiro experimentará sua terceira “casa” no Campeonato Brasileiro na tentativa de melhorar o aproveitamento ao lado da torcida. As passagens por Mineirão e Arena do Jacaré dão ao time celeste a 15ª campanha como mandante na competição nacional.

PARTIDAS COMO MANDANTE

JOGOLOCAL
Cruzeiro 2 a 2 AvaíMineirão
Cruzeiro 1 a 0 BotafogoMineirão
Cruzeiro 0 a 0 SantosMineirão
Cruzeiro 1 a 0 GoiásArena do Jacaré
Cruzeiro 2 a 2 GrêmioArena do Jacaré

Com a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG no último domingo, quando o rival foi o mandante, o Cruzeiro deixou a Arena do Jacaré invicto, já que venceu também o Goiás e empatou com o Grêmio. Já no Mineirão, quando ainda era comandado por Adilson Batista, o time celeste bateu o Botafogo e empatou com Avaí e Santos.

O técnico Cuca admite que a equipe precisa render mais como mandante. “Temos que melhorar. A gente jogou com Goiás e ganhamos, com o Grêmio empatamos e as outras três comigo foram fora. Temos que melhorar nosso índice em casa. Temos tudo para fazer isso. Não somos bobos, sabemos que o Mineirão faz falta. Agora temos que nos acostumar com Sete Lagoas, Ipatinga e Uberlândia, até que fique pronto o estádio Independência”, afirmou.

No Ipatingão, além do Grêmio Prudente, o Cruzeiro enfrentará o Vitória. A justificativa para deixar a Arena do Jacaré e partir para o Vale do Aço foram as constantes reclamações dos jogadores em relação ao gramado do estádio de Sete Lagoas. Apesar de a mudança ter sido motivada por pedido dos atletas, o lateral Jonathan vê de forma negativa a segunda alteração de estádio como mandante no Campeonato Brasileiro.

“É ruim, porque todo mundo sabe que o Mineirão é um estádio maravilhoso, onde nossa equipe pode jogar com mais torcedores em nosso favor. Tem também a questão do campo, ter que se adaptar ao tipo de grama. É ruim para o torcedor, porque Ipatinga é longe da capital, mas temos de passar por isso, contar com o torcedor onde ele estiver, e buscar as vitórias”, comentou.

Para o lateral-direito, o Cruzeiro não teve resultados piores na Arena do Jacaré apenas por uma questão de sorte e empenho. “Não podemos tirar os méritos nossos na Arena do Jacaré, mas aquele campo é muito complicado. A gente está acostumado com o Mineirão e, em todas as temporadas, o Cruzeiro monta o elenco buscando qualidade técnica. Em campo com aquele gramado que a bola vem viva atrapalha muito. A superação e a sorte nos ajudaram muito”, avaliou.

Depois de passar pelo Ipatingão, o Cruzeiro testará um quarto estádio para mandar seus jogos no Campeonato Brasileiro. As partidas contra Corinthians, Flamengo e Internacional serão disputadas no Parque do Sabiá. Na ocasião em que anunciou as partidas em Uberlândia, o presidente Zezé Perrella destacou que o clube levou em consideração a capacidade de público do estádio para os jogos em que a diretoria cruzeirense espera maior presença de torcedores.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host