UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Divulgação/Site oficial do São Paulo

Técnico Ricardo Gomes se despediu dos jogadores do São Paulo nesta sexta-feira

06/08/2010 - 15h26

Após 13 meses, Ricardo Gomes não é mais o técnico do São Paulo

Carlos Padeiro
Em São Paulo

A diretoria do São Paulo decidiu, na tarde desta sexta-feira, que o contrato de Ricardo Gomes não será renovado. Assim, o técnico deixa o clube após pouco mais de 13 meses, com um terceiro lugar no Brasileirão de 2009 e eliminações nas semifinais do Paulista e da Copa Libertadores.

"Houve um consenso entre as partes que a melhor solução para o clube neste momento é essa. Sua passagem pelo São Paulo foi digna, de muito trabalho e respeito. Ele é um dos grandes treinadores do futebol brasileiro, mas o futebol tem seus momentos e achamos que ao término de seu contrato a melhor saída para ambos seria essa", explicou o presidente Juvenal Juvêncio.

Para domingo, no duelo com o Atlético-PR pela 13ª rodada do Nacional, o time tricolor será comandado interinamente pelo auxiliar Milton Cruz.

O anúncio foi feito após uma reunião no centro de treinamento do clube, que teve a participação do vice de Futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, e do diretor de Futebol, João Paulo de Jesus Lopes, além de Gomes e Juvenal.

OPINIÕES DOS BLOGUEIROS

Vitor Birner: O São Paulo acertou, mas Gomes merece respeito e educação.
Luís Quartarollo: A Libertadores virou um triturador de técnicos no Morumbi.
Após a vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, na noite da última quinta, resultado insuficiente para o São Paulo chegar à final do torneio continental e ao Mundial da Fifa, o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes afirmou que Gomes ainda comandaria a equipe em Curitiba.

Entretanto, essa não foi a resolução tomada pelo presidente Juvenal Juvêncio. Ele atendeu aos pedidos de boa parte da cúpula são-paulina, que defende uma reformulação na comissão técnica.

Por volta das 13h30, Ricardo Gomes não escondeu sua ansiedade ao dizer que aguardava um telefonema dos dirigentes para saber se deveria comparecer ao treino no período da tarde. A ligação, porém, não trouxe uma boa notícia, já que o desejo do treinador era seguir no cargo.

Ricardo Gomes sai do São Paulo após somar 38 vitórias em 73 jogos, com 15 empates e 20 derrotas. Seu aproveitamento foi de 60%. No ano passado, ele tirou a equipe da 16ª posição no Campeonato Brasileiro e comandou uma arrancada até terminar na no terceiro lugar. Mas deixou o clube sem conquistar nenhum título.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host