UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
08/08/2010 - 19h38

Depois de demissão de Silas, jogadores do Grêmio evitam entrevistas

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

Após a entrevista coletiva em conjunto de Silas, Luiz Onofre Meira e Duda Kroeff, que informou a demissão do treinador e do assessor de futebol, os jogadores do Grêmio evitaram o contato com a imprensa. A assessoria de imprensa gremista informou que ninguém falaria com os jornalistas, sem grandes explicações. Como o principal fato foi a demissão do treinador, nenhuma avaliação sobre a derrota no Brasileiro foi feita.

A polêmica esteve presente em todas as últimas entrevistas dos jogadores do Grêmio. Souza e Douglas foram os que mais reclamaram. O ex-jogador do São Paulo, em tom irônico, disse que não estavam precisando dele, porque segue fora mesmo recuperado de lesão. Enquanto isso o ex-corintiano criticou o esquema tático e a obrigação de marcar.

Na saída de campo as declarações foram comedidas. "Precisamos melhorar os resultados, o torcedor tem razão em vaiar", disse Adílson. "É uma situação difícil, mas temos tentado de tudo para vencer", referiu Willian Magrão.

Silas, por sua vez, descartou qualquer problema com os atletas do Grêmio. O treinador citou as lesões e cartões como principais fatores para a crise atual. Os maus resultados resultaram na demissão do treinador, neste domingo.

O Grêmio está há cinco rodadas na zona do rebaixamento e não vence há oito jogos. Ocupando a 18ª posição na tabela, o Grêmio deve anunciar seu novo treinador nos próximos dias. O departamento de futebol será comandado por Alberto Guerra interinamente.


 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host