UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
DANIEL CASTELLANO/AGÊNCIA DE NOTÍCIAS GAZETA DO POVO/AE

Rogério Ceni fez boas defesas e ajudou a garantir o empate do São Paulo

08/08/2010 - 20h28

Ressaca de eliminação perdura, e São Paulo cede empate ao Atlético-PR

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Ao São Paulo só restava entrar de cabeça no Campeonato Brasileiro, mas a eliminação na Copa Libertadores ainda não foi digerida. Mesmo com um homem a mais em parte do segundo tempo, a equipe paulista esbarrou na falta de criatividade de seu meio de campo e cedeu o empate por 1 a 1 ao Atlético-PR. Para piorar, ainda manteve o incômodo tabu de nunca ter vencido na Arena da Baixada.

SÃO PAULO E ATLÉTICO-PR EMPATAM: 1 X 1

O empate fez aumentar a angústia do torcedor tricolor após a queda nas semifinais da Libertadores para o Internacional, quinta-feira passada, no Morumbi. O time deposita as últimas fichas no Brasileiro para voltar à competição internacional, mas vive um momento interno turbulento, já que ainda não tem técnico após a queda de Ricardo Gomes.

O São Paulo não conseguiu quebrar um longo tabu diante do Atlético-PR e o retrospecto ruim sob o comando do auxiliar Milton Cruz. Em 11 anos, não venceu uma vez sequer na Arena da Baixada. Em 13 confrontos, foram oito derrotas e cinco empates. Já com Milton no banco venceu apenas dois jogos em dez partidas.

Com o resultado, o São Paulo permanece na modesta zona intermediária da tabela com 16 pontos, na 12ª colocação. O Atlético-PR também não teve sua meta alcançada e beira a zona do rebaixamento no 15º lugar. Com 14 pontos, tem apenas um a mais que o Goiás, primeiro integrante do grupo da degola.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
2 min- QUASE! Miranda falha e Guerrón toma a bola. Ele entra na área e chuta cruzado, mas Nieto não chega nela
13 min - NA TRAVE! Ricardo Oliveira arrisca da intermediária, Neto desvia de leve e a bola explode no travessão
27 min - Paulo Baier cobra escanteio e Rhodolfo desvia de cabeça. Atento Rogério Ceni faz a defesa
29 min- Paulo Baier cobra falta por cima da barreira e quase marca. A bola passa raspando a trave esquerda de Rogério Ceni
35 min - CENI SALVA! Paulo Baier ajeita para Nieto, ele leva para o meio da área e chuta. Rogério Ceni cai no canto e faz grande defesa
41 min - Paulo Baier cobra escanteio na área, Rhodolfo desvia de cabeça e a bola passa raspando a trave direita de Rogério
SEGUNDO TEMPO
1 min - Paulinho cruza e Paulo Baier desvia de cabeça. Rogério faz grande defesa
22 min - GOOOOOLLLL DO SÃO PAULO! Marlos faz boa jogada pela esquerda e cruza para trás. Cleber Santana chuta de primeira e manda a bola para o fundo do gol
26 min - GOOOOOLLLL DO ATLÉTICO-PR! Nieto toca para Maikon Leite, ele ganha disputada na entrada da área e chuta forte para empatar o jogo
28 min- EXPULSÃO! No contra-ataque, Junior Cesar é derrubado por Manoel. Ele recebe o segundo amarelo e é expulso
32 min - QUASE! Marlos cruza da esquerda, Ricardo Oliveira chuta de primeira e Neto faz grande defesa. No rebote, Cleber Santana manda a bola raspando a trave direita

A partida começou com o Atlético-PR saindo para o jogo e dando susto após uma falha de Miranda que Guerrón por pouco não marcou. Após alguns minutos de equilíbrio, o time da casa conseguiu retomar o domínio das ações e reiniciar as jogadas de ataque com Netinho.

A equipe conseguiu envolver o adversário e criou as principais chances do primeiro tempo. No entanto, falhou em explorar muito o jogo aéreo e não colocar a bola no chão. Sem conseguir concluir, os comandados de Carpegiani esbarraram na incompetência de seus atacantes e nas boas defesa de Rogério Ceni.

O São Paulo sentia a ausência de Hernanes, negociado com a Lazio, e criava muito pouco no meio-campo, sem alguém para pensar e distribuir as jogadas. Dessa forma, os atacantes não recebiam a bola.

O contexto do jogo se refletiu em números. No fim do primeiro tempo, o São Paulo havia finalizado apenas uma vez, contra quatro dos anfitriões.

Após uma etapa inicial movimentada, o início segundo tempo deixou a desejar e se tornou sonolento com a queda de produção das duas equipes. Em situação pior na tabela e jogando em casa, cabia ao Atlético-PR tomar a iniciativa, mas a equipe pecava pela falta de organização e pelo excesso de ‘chutões’.

Em uma falha defensiva, o São Paulo chegou ao gol. Manoel errou na saída do lateral e facilitou a vida adversária para Marlos fazer boa jogada no gol de Cleber Santana. Mas mal deu tempo para comemorar e quatro minutos depois o Atlético empatou com belo lance de Maikon Leite, que havia acabado de entrar.

O jogo ficou bastante movimentado com chances para as duas equipes, sendo que o time paulista ficou com um a mais após a expulsão de Manoel. Para vencer, Milton Cruz decidiu postar a equipe com três zagueiros e liberar os alas para atacarem.

OPINIÃO DO BLOGUEIRO

"Mesmo com 10, o Furacão foi valente, buscou a vitória e obrigou a defesa paulista a se virar para não sofrer a virada."

Com mais espaço, o São Paulo foi ao ataque e quase marcou com Ricardo Oliveira e, na sequência, Cleber Santana. O time da casa também teve nova chance com Maikon Leite, mas Renato Silva travou a jogada e garantiu o empate.

ATLÉTICO-PR 1 X 1SÃO PAULO

Atlético-PR
Neto; Leandro (Branquinho), Manoel, Rodolpho e Paulinho; Chico, Vitor, Paulo Baier e Netinho (Maikon Leite); Guerrón (Mithyuê) e Nieto
Técnico: Paulo César Carpegiani

São Paulo
Rogério Ceni; Renato Silva (Carlinhos Paraíba), Samuel, Miranda e Junior Cesar; Jean, Rodrigo Souto, Cleber Santana (Marcelinho) e Marlos ; Fernandão (Fernandinho) e Ricardo Oliveira
Técnico: Milton Cruz

Data: 08/08/2010, domingo
Local: estádio Arena da Baixada, em Curitiba
Árbitro:
Gutemberg de Paula Fonseca/RJ
Cartões amarelos: Miranda, Samuel e Cleber Santana (São Paulo)
Cartão vermelho: Manoel (Atlético-PR)
Gols: Cleber Santana, aos 22 minutos, e Maikon Leite, aos 26 minutos do segundo tempo

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host