UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
10/08/2010 - 12h16

Grupo apoia Luxa no Atlético-MG e assume responsabilidade por fase ruim

Bernardo Lacerda
Em Vespasiano (MG)
  • De muletas, Luxemburgo enfrenta dificuldade para comandar a equipe durantes os treinos e jogos

    De muletas, Luxemburgo enfrenta dificuldade para comandar a equipe durantes os treinos e jogos

Apesar da fase ruim do Atlético-MG, que não venceu há seis jogos na temporada e ocupa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o grupo alvinegro reconhece a importância do técnico Vanderlei Luxemburgo para a equipe e assume a culpa pelos resultados negativos.

“A responsabilidade é toda dos jogadores por este momento. Temos de nos fechar ainda mais, que já somos fechados para dar a volta por cima, sair deste momento”, observou o zagueiro Werley, que lamentou o fato de Luxemburgo ter fraturado a tíbia direita, o que o limitou durante treinamentos e jogos.

“É diferente ter o Vanderlei dentro do campo. Ele teve um pouco de dificuldade por causa do problema que ele teve, mas está fazendo o possível para tirar a gente desta situação que estamos vivendo”, afirmou o zagueiro.

Luxemburgo sofreu a fratura em junho passado, ao disputar uma bola com o meia Fabiano durante um treino. “Ele está superando isso, está em campo com muleta, mas consegue trabalhar, fazendo o melhor, dando dicas para a gente, nos ajudando”, ressaltou Werley.

À frente do Atlético, Luxemburgo conquistou o Campeonato Mineiro e foi eliminado pelo Santos nas quartas de final da Copa do Brasil. Porém, no Campeonato Brasileiro, com o elenco bastante modificado, o time alvinegro caiu de rendimento. Em 13 jogos, foram três vitórias, um empate e nove derrotas. É o penúltimo colocado com apenas dez pontos em 39 disputados.

O Atlético não vence há seis jogos na temporada, dos quais cinco pelo Brasileirão e um pela Copa Sul-Americana. Apesar da campanha ruim atleticana, Neto Berola reconhece a importância de Luxemburgo.

“O professor está trabalhando ali com a gente, mesmo de muletas, com dificuldade. Ele dá dicas, é importante ele estar lá com a gente, nos ajudando, trabalhando com a gente, é um grande treinador”, disse o atacante.

O Atlético volta a jogar pelo Brasileirão no próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), contra o Guarani, no estádio Ipatingão, em Ipatinga, pela 14ª rodada. Antes disso, no entanto, o time mineiro tem jogo decisivo pela Sul-Americana.

Nesta quarta-feira, enfrentrará o Grêmio Prudente, às 21h50 (de Brasília), em Ipatinga, em jogo que vale classificação à próxima fase da Sul-Americana. Na partida de ida, em Presidente Prudente, houve empate sem gols.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host