UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
10/08/2010 - 07h13

'Xará' de beque famoso, Baresi assume o São Paulo com buraco na defesa

Carlos Padeiro
Em São Paulo
  • Sérgio Baresi (dir.) posa para foto ao lado do presidente Juvenal Juvêncio e de Milton Cruz

    Sérgio Baresi (dir.) posa para foto ao lado do presidente Juvenal Juvêncio e de Milton Cruz

Desconhecido para os torcedores, o novo técnico interino do São Paulo é um ex-zagueiro e tem o mesmo nome de um famoso beque italiano. Sérgio Baresi ganhou o apelido na época de jogador em alusão a Franco Baresi (que fez sucesso no Milan e na seleção da Itália nas décadas de 1980 e 90) e agora assume o time tricolor com a função emergencial de arrumar justamente a defesa.

Para o duelo de domingo com o Cruzeiro, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, a dupla de zaga titular é desfalque certo. Alex Silva será submetido a uma artroscopia no joelho, nesta terça-feira, e para por pelo menos um mês. Já Miranda recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão.

O reserva imediato Xandão sofreu um entorse no tornozelo direito e é dúvida. Richarlyson, que por diversas vezes atuou como um terceiro zagueiro pelo lado esquerdo na era Ricardo Gomes, ainda se recupera de uma lesão muscular. Ambos serão avaliados durante a semana.

"Com o tratamento o Xandão apresentou melhora no quadro de dor, mas ainda está em observação. Já o Richarlyson, que está no 12º dia de recuperação, também evolui bem e deve iniciar em breve os trabalhos no campo com os fisioterapeutas. Os dois serão reavaliados no final da semana para saber se apresentam condições de jogo", explicou o médico José Sanchez, em entrevista ao site oficial do clube paulista.

Dessa forma, sobram como opções Renato Silva, que não agradou quando atuou contra Santos e Atlético-PR, e Samuel, contratado recentemente e titular apenas duas vezes.

Baresi começa a pensar no problema a partir desta terça, quando comanda o primeiro treino no CT da Barra Funda e será apresentado oficialmente pela diretoria. O seu nome completo é Sergio Felipe Soares, mas ele incoporou o sobrenome do líbero italiano.

Como jogador, iniciou carreira no São Paulo, em 1986, ainda como dente de leite. Zagueiro e algumas vezes volante, passou por todas as categorias de base do clube. Estreou profissionalmente em 1991, permanecendo no futebol paulista até 1994 – disputou oito partidas pelo time de Telê Santana, com três vitórias, três empates e duas derrotas.

Depois defendeu Cruzeiro, Paysandu, Ponte Preta e clubes do Chile, Coreia do Sul e Bélgica, até regressar ao Brasil em 2000 para jogar no Santo André. Em 2002 sofreu uma lesão e pendurou as chuteiras no ano seguinte.

Como técnico, foi campeão da Copa São Paulo de Juniores em 2010. Trabalhou ainda na base de Santo André e São Caetano e na equipe profissional do Toledo, do Paraná, em uma parceria realizada pelo São Paulo no ano passado.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host