UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
15/08/2010 - 19h28

Cruzeirenses classificam de "bobo" o gol de empate do São Paulo

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Roger, que disputa a bola pelo alto, lamentou vacilo celeste no final da partida contra o São Paulo

    Roger, que disputa a bola pelo alto, lamentou vacilo celeste no final da partida contra o São Paulo

Os jogadores do Cruzeiro consideraram “bobo” o gol que deu o empate ao São Paulo, em 2 a 2, aos 45 minutos do segundo tempo. Para os jogadores cruzeirenses, o lance que resultou no gol marcado por Ricardo Oliveira poderia ter sido evitado.

“Era uma bola na lateral, a gente deixou ele girar e entrar sozinho na área, foi fatal para a nossa equipe, mas valeu pelo segundo tempo”, lamentou o armador Roger, que substituiu a Everton na etapa final da partida.

O Cruzeiro vencia o São Paulo de virada, por 2 a 1, com gols de Wellington Paulista e Thiago Ribeiro, contra um de Casemiro, mas levou o empate, marcado por Ricardo Oliveira, aos 45 minutos do segundo tempo. Com o gol, a equipe celeste não conseguiu entrar no G4.

“Tentei ajudar a equipe, nós conseguimos reverter a partida, fizemos dois gols, mas no finalzinho levamos este gol, que para mim foi um gol evitável, bobo”, avaliou o zagueiro Claudio Caçapa, que entrou no intervalo de partida, na vaga do lateral-esquerdo Diego Renan.

Para o experiente zagueiro, a equipe vacilou na marcação e por isso não saiu com os três pontos. “De jeito maneira pode sofrer um gol desses faltando dois minutos, último lance, a bola na lateral, mas vamos voltar para Belo Horizonte com um ponto que é importante”, destacou Caçapa.

“Tem de ficar triste, pois a gente tomou um gol bobo, que não poderia tomar de maneira nenhuma, fizemos o mais difícil que é marcar dois gols aqui, virar a partida, mas agora é voltar para casa com um ponto importante e arrumar os erros durante a semana”, finalizou o zagueiro cruzeirense.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host